Mercado abrirá em 4 h 6 min

As cenas de sexo do cinema mais constrangedoras para os atores

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
Olivia Wilde, Anne Hathaway e Dakota Johnson já passaram por grandes constrangimentos em cenas de sexo (reprodução)
Olivia Wilde, Anne Hathaway e Dakota Johnson já passaram por grandes constrangimentos em cenas de sexo (reprodução)

Filmar uma cena de sexo pode ser um pesadelo para os atores envolvidos. Além do constrangimento da nudez, atores muitas vezes podem ter que lidar com imprevistos e até com a presença de pessoas indesejadas na hora crucial das gravações.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Abaixo, relembramos alguns depoimentos de astros de Hollywood que mostram como esse tipo de cena é difícil e não necessariamente contém nos bastidores os elementos sensuais que prestigiamos na tela do cinema, da Tv ou do streaming. 

Leia também:

Dakota Johnson e Jamie Dornan

A "cena do sorvete" é uma das mais lembradas de "Cinquenta Tons de Liberdade", terceiro filme da franquia baseada nos livros de E.L. James. Jamie Dornan, porém, confessou em entrevista ao Access Hollywood que as gravações deste momento foram difíceis. “Eu não recomendaria isso mesmo. Eu acho que era… bastante pegajoso. Ele fica seco e pegajoso muito rápido… Eu não era muito fã disso. É frio e fica uma bagunça. Acho que gravamos essa cena durante a noite, estávamos cansados, mas contanto que ficasse algo sexy no final, era isso que importava“, disse ele.

Robert Pattinson e Julianne Moore

A cena de sexo no carro entre os atores em ‘Mapa para as Estrelas’ (2014), de David Cronenberg, foi marcada por grande desconforto. Segundo o ator, fazia muito calor em Toronto, onde o filme foi lançado. "Suei como um maluco", contou Robert Pattinson à revista "Heat". "Eu estava literalmente a tentar apanhar as gotas de suor para impedi-las de caírem. Depois ela perguntou-me se eu estava a ter um ataque de pânico. Foi tão embaraçoso."

Anne Hathaway e Jake Gyllenhaal

Uma nudez antes da hora. Este foi o constrangimento sofrido por Anne Hathaway durante as gravações de "Amor e Outras Drogas" (2010). "Tinha que tirar meu casaco e estar nua por baixo", disse ela ao Hollywood Life. "E quando fiz isso, pensei que nós estávamos filmando, mas acabou que estávamos apenas ensaiando e fiquei desnecessariamente nua na frente de um monte de gente!".

Ryan Reynolds e Olivia Wilde

Quem vê ‘Eu Queria Ter a Sua Vida’ (2011) e chega na cena em que Olivia Wilde pede para que Ryan Reynolds toque em seus seios nem imagina a confusão que foi aquilo no set. Wilde usava adesivos com carinhas desenhadas para proteger os mamilos - o que fez Reynolds perder a concentração. "Na cena, ela está sentada lá e eu tiro a sua blusa e o sutiã, e ela tem esses adesivos cobrindo os seios, mas ela desenhou uma carinhas adoráveis neles. Aí esqueci todas as falas da cena", contou ele em entrevista ao ‘The Tonight Show’. "Em algum momento na cena, ela pega minhas mãos e as coloca em seus seios. Eu olho para as minhas mãos e as duas carinhas desenhadas ficaram nelas e aí não tenho ideia do que fazer. E, eu, instintivamente, como um idiota, coloco de volta minhas mãos nos seus seios!", falou ainda.

Christopher Mintz-Plasse

O intérprete de McLovin em "Superbad: É Hoje" (2007) precisou gravar uma cena de sexo... na frente da mãe. "Era porque eu tinha 17 anos. Aquela estúpida lei. Eu estava sentado lá esperando minha mãe me levar até o set. Ela chegou lá, e eu tive relações sexuais de mentira na frente dela”, contou Christopher Mintz-Plasse à GQ.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube