Mercado abrirá em 6 mins
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,34
    +0,31 (+0,77%)
     
  • OURO

    1.917,20
    -12,30 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    12.966,59
    +1.909,58 (+17,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,23
    +16,34 (+6,67%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.780,84
    +4,34 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.675,25
    -16,00 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6413
    -0,0087 (-0,13%)
     

As 5 melhores séries de 2020 (até agora)

Thiago Romariz
·4 minutos de leitura

O Emmy 2020 trouxe uma seleção decente das séries de 2019/2020. Com a pandemia, porém, parece que aqueles programas aconteceram há uma década e decidi reunir aqui algumas das séries que estrearam durante ou pouco antes do surto mundial de COVID-19.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Eis aqui uma seleção de cinco seriados que estão entre as melhores produções para o streaming ou televisão neste incomum ano de 2020.

Leia também

I Know This Much is True

Foto: HBO
Foto: HBO

Não é das séries mais indicadas para quem está com ânimo para baixo, mas definitivamente é uma das melhores coisas que a HBO produziu em um ano já recheado de ótimos exemplos.

I Know This Much is True é um estudo sobre família, escolhas e relacionamentos a partir da vida de dois gêmeos interpretados por Mark Ruffalo no que talvez seja a melhor performance da carreira. A minissérie carrega a dramaticidade necessária para te envolver e a sutil evolução de personagens que põe o roteiro dela entre os mais interessantes de 2020.

The Last Dance

Foto: ESPN/Netflix
Foto: ESPN/Netflix

Difícil alguma série superar a última dança do Bulls de Jordan e Cia. O documentário da ESPN distribuído internacionalmente pela Netflix é a perfeita composição de realidade e personagens moldados pela imprensa que culmina no mito esportivo e do entretenimento que foi Michael Jordan.

A difícil tarefa de misturar linhas do tempo e contar uma história que atraia uma audiência que não se importe com basquete é completada com louvor na série. Absolutamente indispensável.

Ozark

Foto: Netflix
Foto: Netflix

A terceira temporada de Ozark crava a evolução da série da Netflix, que surgiu com ares de Breaking Bad, mas ganhou contornos originais nestes últimos episódios. É, para este que vos escreve, a melhor produção da Netflix, a mais completa, com os melhores personagens e o melhor exemplo de evolução dentro do serviço de streaming. Não à toa o Emmy já a reconhece há anos e segue como a favorita na crítica especializada.

Humor afiado, transformações e reviravoltas na medida para te segurar mesmo com uma narrativa que às vezes se agarra à lentidão do Missouri – mas como a própria estética da série sugere, há muito mais por trás do rosto inocente das famílias daquela cidade.

Somebody Feed Phil

Foto: Netflix
Foto: Netflix

Em época de pandemia e quarentena, para quem pode, ver uma série despretensiosa e que te leva para outros lugares pode ser uma alívio momentâneo. É exatamente o que acontece em Somebody Feed Phil, que ganhou a terceira temporada na Netflix durante o surto. A série traz Phil Rosenthal, criador de Everybody Loves Raymond, viajando pelo mundo e conhecendo pessoas, encontrando amigos e, claro, comendo.

Para fãs de culinária e viagens, é um programa que não se preocupa com os pormenores da gastronomia, mas foca nas relações pessoais e familiares que a comida traz. É para assistir e sair com o coração quentinho e desejando uma vacina para poder aglomerar.

Lovecraft Country

Foto: HBO
Foto: HBO

Como já dito aqui nesta coluna, Lovecraft Country é um dos melhores exemplos da já popular fantasia na televisão - e não podia vir de outro lugar se não a HBO. Cada episódio se inspira em um gênero, cada história traz referências literárias diferentes e todas elas trabalham juntas para tornar a série um amálgama que joga na cara da audiência os problemas raciais e sociais que a nossa sociedade enfrenta há décadas. Cultura pop na essência, tanto na reflexão quanto na estética. Obrigatória.

———

*Thiago Romariz é jornalista, professor, criador de conteúdo e atualmente head de conteúdo e PR do EBANX. Omelete, The Enemy, CCXP, RP1 Comunicação, Capitare, RedeTV, ESPN Brasil e Correio Braziliense são algumas das empresas no currículo. Em 2019, foi eleito pelo LinkedIn como um dos profissionais de destaque no Brasil no prêmio Top Voice.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube