Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.305,17
    -159,10 (-0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

As 10 cidades com mais bilionários no mundo

Nova York é a cidade com maior número de bilionários no mundo. Foto: Getty Creative.
Nova York é a cidade com maior número de bilionários no mundo. Foto: Getty Creative.

Durante o primeiro ano da pandemia, mesmo com toda a crise econômica e desigualdade acentuada, o número de bilionários cresceu consideravelmente. De acordo com estudo realizado pela Oxfam, os 10 homens mais ricos do mundo mais que dobraram seu patrimônio. Suas fortunas somadas passaram de US$ 700 Bilhões para US$ 1,5 trilhão. na cotação atual esses valores são de R$ 3,5 trilhões e R$ 7,6 trilhões, respectivamente.

Em 2021, a quantidade de bilionários continuou expandindo. A lista de super ricos ganhou 153 nomes, com três novos bilionários surgindo a cada semana no último ano. A informação foi divulgada pela Hurun Global Rich List.

A revista Forbes publicou uma lista que indica as 10 cidades com maior número de bilionários em 2022. No ano passado, Pequim ocupava o posto de cidade com maior número de pessoas com fortunas bilionárias no mundo. No entanto, Nova York ultrapassou a capital chinesa. Veja a seguir quais são as cidades que compõem a lista da Forbes:

  1. Nova York

  2. Pequim

  3. Hong Kong

  4. Londres

  5. Xangai

  6. Shenzhen

  7. Moscou

  8. Mumbai

  9. São Francisco

  10. Seul

Nova York

A Big Apple, como também é conhecida a cidade de Nova York, possui 107 bilionários. Só no ano passado, 8 novos bilionários foram adicionados à lista. A maioria está no setor financeiro, incluindo o fundador da Thrive Capital, Josh Kushner, e o titã de private equity Ramzi Musallam. A pessoa mais rica da cidade é o magnata da mídia Michael Bloomberg com uma fortuna de US$ 82 bilhões (R$ 416 bilhões).

O patrimônio total dos bilionários de Nova York é de US$ 640,4 bilhões (R$ 3,24 bilhões).

Pequim

Beijing CBD sunset
Beijing CBD sunset

Pequim perdeu 17 bilionários em 2021. com os principais bilionários da cidade perdendo coletivamente US$ 174,3 bilhões (R$ 884,4 bilhões) da sua fortuna, após interferências do governo chinês. Atualmente, o patrimônio líquido total é de US$ 310 bilhões (R$ 1,57 trilhão) e o residente mais rico é o Zhang Yiming, fundador da ByteDance, empresa proprietária do Tik Tok. Sua fortuna é de US$ 50 bilhões (R$ 253,7 bilhões).

Hong Kong

Sai Ying Pun, Sheung Wan, hong kong 3 Dec 2019
Sai Ying Pun, Sheung Wan, hong kong 3 Dec 2019

Assim como Pequim, Hong Kong também viu o número de bilionários despencar. Em meio a crise da Covid-19 e com o turismo estagnado, 12 pessoas deixaram de ser bilionários na cidade no ano passado.

O residente mais rico é o Lee Shau Kee com fortuna de US$ 32,6 bilhões (R$ 165,4 bilhões) e o patrimônio líquido total dos bilionários de Hong Kong é de US$ 304,6 bilhões (R$ 1,54 trilhão).

Londres

London in autumn time concept with a person holding a british flag umbrella sitting on a bench and enjoying the moody evening view to the famous Tower Bridge
London in autumn time concept with a person holding a british flag umbrella sitting on a bench and enjoying the moody evening view to the famous Tower Bridge

A cidade ganhou 3 novos bilionários em 2021, incluindo o diretor de tecnologia do banco digital Revolut e o fundador da fabricante britânica de veículos elétricos Arrival. O patrimônio líquido total é de US$ 324,1 bilhões (R$ 1,64 trilhão) e o residente mais rico é Len Blavatnik com fortuna estimada em US$ 32,5 bilhões (R$ 164,9 bilhões).

Xangai

Empty roads during a phased lockdown due to Covid-19 in Shanghai, China, on Monday, April 4, 2022. China's Covid-19 situation is on a knife's edge, with a lockdown of its financial hub intensified amid a surge in new cases and reports of new sub-strains of the omicron variant emerging as clusters flare nationwide.Shanghai tightens COVID-19 control measures  on March 28, 2022 in Shanghai, China
Empty roads during a phased lockdown due to Covid-19 in Shanghai, China, on Monday, April 4, 2022. China's Covid-19 situation is on a knife's edge, with a lockdown of its financial hub intensified amid a surge in new cases and reports of new sub-strains of the omicron variant emerging as clusters flare nationwide.Shanghai tightens COVID-19 control measures on March 28, 2022 in Shanghai, China

Xangai perdeu menos bilionários do que outras cidades chinesas, mas ainda viu seu número estável de residentes super ricos cair, de 64 para 61. Contrariando a tendência, o maior bilionário local, chegou perto de triplicar sua fortuna. Liu Yongxing, presidente da empresa de agricultura e produtos químicos East Hope Group, acumula US$ 13,2 bilhões (R$ 66,9 bilhões). No total, o patrimônio de bilionários em Xangai é de US$ 187 bilhões (R$ 948,8 bilhões).

Shenzhen

O vale do silício chinês caiu para a sexta posição entre as cidades com maior número de bilionários do mundo após perder 9 super ricos que residiam na cidade. O morador mais rico é o presidente e CEO da Tecent, Ma Huateng, com fortuna estimada em US$ 37,2 bilhões (R$ 188,7 bilhões). Shenzhen tem 59 bilionários no total, com patrimônio somado de US$ 286,6 bilhões (R$ 1,45 trilhão).

Moscou

Evening aerial view of landmarks of Moscow: Kremlin, St. Basil's Cathedral, Spasskaya Tower
Evening aerial view of landmarks of Moscow: Kremlin, St. Basil's Cathedral, Spasskaya Tower

Após a invasão da Ucrânia pela Rússia, Moscou se tornou a cidade que mais perdeu bilionários nos últimos tempos. No total, 26 super ricos deixaram de ser bilionários. O residente mais rico é Vladimir Lisin com fortuna de US$ 18,4 bilhões (R$ 93,3 bilhões) e o patrimônio líquido total dos 53 bilionários de Moscou é de US$ 214,9 bilhões (R$ 1 trilhão).

Mumbai

A twilight view of the skyline of the eastern seaboard of Mumbai Mumbai under construction.
A twilight view of the skyline of the eastern seaboard of Mumbai Mumbai under construction.

A metrópole indiana manteve o 8º lugar com um ganho de 6 novos bilionários em relação ao ano passado.O morador mais rico da cidade, Mukesh Ambani, é presidente da Reliance Industrie e acumula fortuna de US$ 90,7 bilhões (R$ 460,2 bilhões).

Mumbai tem 51 bilionários cujo patrimônio líquido total é de US$ 301,3 bilhões (R$ 1,52 trilhão).

São Francisco

São Francisco perdeu 4 bilionários em relação ao ano passado e hoje são 44 super ricos na cidade. O patrimônio líquido total é de US$ 160,8 bilhões (R$ 815,9 bilhões). Os residentes mais ricos são Brian Chesky e Dustin Moskovitz com fortunas de US$ 11,5 bilhões (R$ 58,3 bilhões).

Seul

Photo taken in Seoul, South Korea
Photo taken in Seoul, South Korea

A capital sul-coreana voltou ao top 10 das cidades com maior número de bilionários, após deixar a lista em 2019. A cidade ganhou 4 novos super ricos, chegando ao total de 38 que juntos possuem um patrimônio de US$ 108,3 bilhões (R$ 549,5 bilhões). Os residentes mais ricos são Kim Beom-su, fundador do Kako, o maior aplicativo de mensagens da Coreia do Sul, e Jay Y. Lee, vice-presidente da Samsung Electronics com fortuna de US$ 9,1 bilhões (R$ 46,1 bilhões) cada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos