Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,28
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.865,10
    +17,30 (+0,94%)
     
  • BTC-USD

    29.443,23
    +123,67 (+0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    655,31
    -0,52 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.748,14
    -253,38 (-0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.809,75
    -225,50 (-1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1738
    +0,0261 (+0,51%)
     

Artista transforma um de seus óvulos em NFT

·1 min de leitura
Fertilização
“É um belo ato de criatividade dar o presente da arte e da vida”, disse a artista
  • A artista visual Narine Arakelian transformou um de seus óvulos em NFT

  • Comprador que adquirir sua obra "Ame, Espere, Viva" terá os direitos sobre o gameta

  • A armênia comemorou a possibilidade de ajudar a trazer uma criança ao mundo com sua arte

Imagine adquirir uma obra de arte e, junto com ela, um óvulo da artista em questão. Pois é isso que a armênia Narine Arakelian propõe ao comprador de sua peça “Ame, Espere, Viva”.

A artista visual transformou um de seus gametas em NFT (token não fungível) com a ideia de possibilitar que o colecionador use o óvulo para conceber um filho, especialmente se o casal não puder engravidar.

Leia também:

“Estou muito feliz por trazer uma criança ao mundo por meio da minha arte”, compartilhou em comunicado. “É um belo ato de criatividade dar o presente da arte e da vida”.

Aos 42 anos, Arakelian aborda em seus quadros questões sociais e culturais, com destaque para mulheres e estereótipos de gênero. “Meus trabalhos artísticos são todos meus filhos e o fato de este realmente produzir um filho é maravilhoso”, comentou. “A arte sempre significará muito para o comprador porque trouxe seu filho! Sempre carregará aquela memória especial”.

Mãe de um menino de 21 anos, a artista deixou claro que, assim que a criança nascer, ela deve ser amada pelo ser humano que é, e não entendida como uma obra de arte.

Conforme pontuado pela B9, no Brasil, esse tipo de iniciativa não seria permitida, já que o processo de doação de óvulos é feito de forma anônima e não deve exigir recompensas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos