Mercado abrirá em 41 mins
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,73
    +1,28 (+1,45%)
     
  • OURO

    1.717,60
    -3,20 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    19.995,95
    -238,33 (-1,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,78
    -8,35 (-1,80%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    7.010,16
    +12,89 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.498,50
    -43,25 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1067
    -0,0068 (-0,13%)
     

Artemis I: NASA não fará nova tentativa de lançamento antes do final de setembro

A NASA não fará uma nova tentativa de lançamento da Artemis I, primeira missão em seu ambicioso programa de retorno à Lua, antes do final de setembro. A decisão foi comunicada pela agência no último sábado (3), após uma reunião de gerentes da missão logo após a segunda tentativa de lançamento ser cancelada.

O motivo do cancelamento foi um vazamento em um engate rápido em uma linha de hidrogênio usada para abastecer o foguete. O vazamento foi detectado por volta das 8h15 da manhã de sábado, e por quase quatro horas engenheiros tentaram três diferentes abordagens para contê-lo, sem sucesso.

É possível que o vazamento tenha sido causado por erro humano: durante o processo de resfriamento das linhas de combustível e do sistema de propulsão, antes abastecer o estágio central com hidrogênio líquido, um operador enviou por engano um comando que elevou momentaneamente a pressão na linha onde o vazamento ocorreu. O erro foi corrigido “em três ou quatro segundos”, segundo a NASA, mas pode ter sido o suficiente para danificar o engate.

Foguete SLS e espaçonave Orion em frente ao VAB no Centro Espacial Kennedy, na Flórida. (Imagem: Reprodução / NASA)
Foguete SLS e espaçonave Orion em frente ao VAB no Centro Espacial Kennedy, na Flórida. (Imagem: Reprodução / NASA)

Durante os próximos dias, equipes irão acessar a área do vazamento, com o foguete ainda na plataforma 39B, e conduzir um levantamento para determinar se o trabalho para substituir um lacre no mecanismo pode ser realizado na plataforma, onde o reparo pode ser testado sob condições criogênicas de um lançamento, ou se será necessário levar o foguete de volta ao VAB (Vehicle Assembly Building), edifício onde ele foi preparado para a missão.

Uma preocupação é o sistema de terminação de voo (FTS, Flight Termination System), usado para destruir o foguete caso ocorram problemas durante o lançamento. Ele é alimentado por baterias, com uma “vida útil” na plataforma estimada em 25 dias. Caso esse prazo seja excedido, será necessário “resetar” as baterias, o que exigirá o retorno do foguete ao VAB.

A próxima janela de lançamento para a Artemis I será em 19 de setembro e 4 de outubro, quando há 14 oportunidades no total. Mas a agência tem agendado para o dia 3 de outubro o lançamento da Crew-5, levando uma nova tripulação de astronautas para a Estação Espacial Internacional.

Caso a missão tripulada tenha precedência, a próxima oportunidade de lançamento da Artemis I será entre 17 e 31 de outubro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: