Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    36.157,72
    -236,28 (-0,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Arte virtual: figura de punk com máscara facial é vendida por quase R$ 60 milhões em leilão

·1 minuto de leitura
Arte virtual: figura de punk com máscara facial é vendida por quase R$ 60 milhões em leilão
Arte virtual: figura de punk com máscara facial é vendida por quase R$ 60 milhões em leilão

Uma imagem digital pixelizada de um personagem digital foi vendida com o certificado de autenticidade em token não fungível, o NFT, por 11 milhões e 700 mil dólares, ou 59 milhões e 900 mil reais. O leilão foi realizado pela galeria Sotheby’s, em Nova York, nos Estados Unidos, na última quinta-feira, e fez com que a obra se tornasse o segundo objeto digital mais caro da história.

A obra se chama CryptoPunk 7523, criada por uma empresa americana chamada Larva Labs, uma das principais colaboradoras no desenvolvimento da tecnologia NFT. A imagem faz referência aos clássicos personagens de videogame em 8 bits da década de 1980.

Porém, essa figura tem algo especial: Chamado de “Covid Alien”, o CryptoPunk 7523 é o único entre os 10 mil personagens criados que usa uma máscara cirúrgica.

Esse é o segundo valor mais alto já pago por um NFT, ficando atrás apenas da obra de arte digital “Everydays”, elaborada pelo artista Beeple, que foi vendida em março por inacreditáveis 69 milhões e 346 mil e 250 dólares, mais de 327 milhões de reais.

A Sotheby’s divulgou que o comprador da obra é o milionário Shalom McKenzie, acionista majoritário da DraftKings, uma empresa focada em apostas esportivas online.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos