Mercado abrirá em 34 mins
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,69
    -0,96 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.791,70
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    59.002,90
    -3.853,80 (-6,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.421,33
    -83,82 (-5,57%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.269,88
    -7,74 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.526,50
    -18,50 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4620
    +0,0079 (+0,12%)
     

Arrepiante! Cientistas transformam químicas de defesa de insetos em sons; ouça

·1 minuto de leitura

Alguns insetos utilizam substâncias químicas desagradáveis ​​destinadas a repelir predadores. Tendo isso em mente, pesquisadores do Institut Supérieur Industriel de Bruxelles (Bélgica) fizeram uma tradução dessa defesa química em sons. E depois fizeram uma análise do quanto esse resultado sonoro seria desagradável aos ouvidos de um ser humano.

Antes de tudo, escute o áudio. O que você sente quando ouve? Os produtos químicos liberados por formigas foram transformados em sons por meio de um processo chamado sonificação. Características importantes de cada molécula, como seu peso molecular e quais grupos funcionais ela possui, foram mapeadas em diferentes parâmetros de som, como altura, duração e timbre. A informação química foi convertida com a ajuda de um sintetizador, que produz um som para cada molécula. E esses sons foram então normalizados em vários níveis de volume.

Para quantificar o quão desagradáveis ​​os sons de formigas, lagartas, moscas são para o ouvido humano, os pesquisadores contaram com 50 participantes. Parte deles descreveu alguns dos sons como "desagradáveis" ​​ou mesmo "assustadores". A intenção foi mostrar que as respostas de insetos e humanos estão correlacionadas e indicar que a sonificação pode se aproximar do "mundo real" das interações predador-presa.

Humanos e formigas têm reação "semelhante" a mecanismo de defesa das moscas (Imagem: Shannon Potter/Unsplash)
Humanos e formigas têm reação "semelhante" a mecanismo de defesa das moscas (Imagem: Shannon Potter/Unsplash)

O estudo menciona que nossos cérebros processam as informações de maneira diferente, dependendo do sentido que usamos para percebê-las. “Normalmente, um processo de sonificação é usado para detectar fenômenos específicos em grandes conjuntos de dados. Exemplos de tais fenômenos são terremotos em dados sismológicos", escrevem os pesquisadores.

Para ouvir mais sons de insetos captados e convertidos pelos pesquisadores do estudo, acesse aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos