Arrecadação bate marca de R$ 1 trilhão pela primeira vez

Embora a arrecadação tributária do governo federal tenha apresentado crescimento bem abaixo do previsto, pela primeira vez o recolhimento de impostos e contribuições cobradas pelo governo federal bateu a marca de R$ 1 trilhão. De acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pela Receita Federal, a arrecadação apresentou crescimento nominal de R$ 59,36 bilhões no ano passado, atingindo R$ 1,029 trilhão ante R$ 969,892 bilhões em 2012.

O tributo que mais contribuiu para o aumento da arrecadação no ano foi as contribuições previdenciárias, que aumentaram R$ 16,561 bilhões no ano, e Cofins e PIS/Pasep, com alta de R$ 10,156 bilhões.

Por outro lado, o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL), dois tributos que incidem sobre o lucro das empresas, teve uma queda de R$ 4,727 bilhões. O governo também perdeu R$ 5,143 bilhões com a redução do IPI, o que ocorreu principalmente por conta das desonerações tributárias.

Carregando...