Mercado fechará em 3 h 44 min
  • BOVESPA

    103.477,21
    +2.702,64 (+2,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.494,96
    +487,80 (+0,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,20
    -0,37 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.768,30
    -16,00 (-0,90%)
     
  • BTC-USD

    56.907,36
    -1.558,95 (-2,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.456,90
    +18,02 (+1,25%)
     
  • S&P500

    4.546,20
    +33,16 (+0,73%)
     
  • DOW JONES

    34.422,68
    +400,64 (+1,18%)
     
  • FTSE

    7.119,73
    -48,95 (-0,68%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.984,50
    +114,75 (+0,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3885
    -0,0583 (-0,90%)
     

ARM sugere salto de 30% em desempenho em nova geração de GPUs para celulares

·2 min de leitura

Ainda que seja mais conhecida pelos núcleos para CPU que desenvolve, alimentando soluções como os chips Snapdragon e até mesmo os poderosos M1 da Apple, a ARM também projeta designs para outros tipos de semicondutores, incluindo GPUs. A companhia é responsável, por exemplo, pela Mali-G78 utilizada no Galaxy S21 Ultra, no Pixel 6 Pro e no Mate 40, celulares topos de linha de Samsung, Google e Huawei.

A empresa anunciou neste ano a Mali-G710, que promete ganhos de desempenho e eficiência energética de até 20% sobre a Mali-G78, e já trabalha na próxima geração de chips gráficos que pretende lançar em 2022, como confirmou em evento realizado para desenvolvedores nesta semana. A novidade promete entregar outro salto substancial em performance, especialmente em Machine Learning (ML) e Inteligência Artificial.

Próxima GPU da ARM promete salto de 30% em desempenho

Durante o trecho da apresentação dedicado aos chips gráficos, a ARM revelou os primeiros detalhes da próxima GPU mobile da família Mali, de nome ainda desconhecido. A solução promete ser até 4,7 vezes mais potente que a já antiga Mali-G76 em processamento de ML, um salto bastante impressionante para um período de apenas 3 anos.

A nova GPU da ARM será 4,7 vezes mais potente em ML que a Mali-G76, salto impressionante para uma janela de 3 anos (Imagem: The Register)
A nova GPU da ARM será 4,7 vezes mais potente em ML que a Mali-G76, salto impressionante para uma janela de 3 anos (Imagem: The Register)

Os gráficos mostrados pela empresa não chegam a exibir números comparando a novidade com a atual Mali-G710, mas é possível estimar ganhos na casa dos 30%, quando consideramos o aumento de desempenho de 35% visto na geração passada sobre a Mali-G78. Ainda não está claro como esse avanço deve se traduzir em performance para jogos, mas a empresa destaca o compromisso de "oferecer as ferramentas necessárias" para que os desenvolvedores tirem melhor proveito do hardware.

Futuro com Ray Tracing e compra da Nvidia

Ainda que não tenha citado durante a apresentação, espera-se que a próxima geração de GPUs da ARM traga aceleração de hardware para Ray Tracing, a avançada técnica de processamento de luz até então disponível apenas no PC e consoles. A tecnologia será implementada através de uma parceria com a MediaTek e a gigante dos games Tencent, e utilizará a API Vulkan e código aberto para permitir a fácil migração do recurso entre celulares, consoles e PC.

Junto à Tencent Game e à MediaTek, a ARM trabalha para trazer aceleração de hardware de Ray Tracing para celulares (Imagem: MediaTek)
Junto à Tencent Game e à MediaTek, a ARM trabalha para trazer aceleração de hardware de Ray Tracing para celulares (Imagem: MediaTek)

Também vale lembrar que a empresa está sob processo de aquisição pela Nvidia, em uma jornada bastante complexa em virtude dos riscos que órgãos reguladores enxergam para a competitividade do mercado. Caso a compra seja de fato concluída, não se sabe como as tecnologias das placas GeForce influenciarão no desenvolvimento de futuros modelos das GPUs Mali, ou mesmo se uma nova família de soluções assumirá o posto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos