Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.448,26
    +84,87 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Argentina terá pior campanha de trigo dos últimos 12 anos

A área plantada com trigo na Argentina será de 6,2 milhões de hectares, a menor dos últimos 12 anos devido à seca, quando se teme uma crise alimentar global devido à guerra na Ucrânia, segundo projeções da Bolsa de Valores de Rosário.

A Argentina, um dos principais produtores de trigo do mundo, enfrenta "um cenário muito complexo para o plantio" do cereal devido ao impacto do fenômeno La Niña pelo terceiro ano consecutivo, segundo relatório da Bolsa.

A Argentina se classificou como o oitavo produtor mundial de trigo na campanha 2021-22, segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Este ano, a semeadura do trigo começou em meados de maio, embora muitos produtores tenham atrasado o plantio enquanto aguardam as chuvas, mas as previsões de geadas pioram um cenário já adverso.

Com isso "o plantio (de trigo) está parado em grande parte da região dos Pampas (a de maior produção) onde o avanço da implantação é de 17% contra 30% no ano passado" para esta data, explicou.

A estimativa para o plantio de trigo, que em maio era de 6,35 milhões de hectares, foi reduzida em junho para 6,2 milhões de hectares, portanto a projeção de colheita situa-se em 18 milhões de toneladas, segundo a Bolsa.

“A possibilidade de chuvas nos próximos quinze dias é essencial para finalmente semear trigo ou mudar de safra”, diz o relatório.

No entanto, "as previsões de curto prazo indicam a entrada de mais uma frente de ar frio e seco que provocará nova queda das temperaturas e o desenvolvimento de geadas, afastando a possibilidade de chuvas sobre a região dos Pampas".

sa/nn/cjc/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos