Argentina: Superávit primário cai em outubro

A Argentina teve superávit primário menor em outubro, mas o déficit fiscal aumentou, enquanto o crescimento econômico permaneceu lento, informou o ministro da Economia do país, Hernan Lorenzino, ontem.

O superávit primário da Argentina somou 660 milhões de pesos (US$ 136 milhões) em outubro, elevando para 7,39 bilhões de pesos o total nos dez primeiros meses do ano, afirmou Lorenzino durante coletiva de imprensa. Porém, o déficit fiscal, que inclui os pagamentos da dívida feitos pelo governo, foi de 4,05 bilhões de pesos em outubro.

Lorenzino disse que há sinais de recuperação da economia, mas alertou que a economia do Brasil está pior do que o esperado. O Brasil é o principal parceiro comercial da Argentina.

O grande déficit fiscal não é tão ruim, se for levado em consideração o complicado contesto internacional, afirmou o ministro. As informações são da Dow Jones.

Carregando...