Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.216,95
    -322,84 (-0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.385,67
    +703,48 (+1,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,24
    +1,49 (+2,49%)
     
  • OURO

    1.713,80
    -19,80 (-1,14%)
     
  • BTC-USD

    50.594,52
    +3.084,30 (+6,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.011,54
    +23,44 (+2,37%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.697,25
    -358,00 (-2,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7894
    -0,0727 (-1,06%)
     

Argentina retoma remessas de farelo de soja após paralisações

Jonathan Gilbert
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os embarques de farelo de soja da Argentina, maior fornecedor mundial de ração para gado, estão retornando após greves de trabalhadores que reduziram o processamento do grão em dezembro.

Até agora no mês, 2,16 milhões de toneladas de farelo saíram dos principais portos, segundo dados da agência marítima argentina Alpemar até quarta-feira. Isso já é maior do que os volumes de janeiro de 2018, 2019 e 2020 e marca um rápido retorno do mês passado depois que exportadores reduziram preocupações de que novos protestos de caminhoneiros poderiam continuar a impedir as operações.

As entregas de caminhões para terminais de grãos caíram na semana passada, mas agora estão de volta ao normal, com mais de 3.000 cargas por dia chegando desde terça-feira, de acordo com a agência de caminhões AgroEntregas. A soja responde por 45% das entregas desta semana.

A Argentina precisa desesperadamente de exportações para ajudar sua economia em crise. O boom de farelo de soja em janeiro permite que o país aproveite os altos preços e a forte demanda de compradores do sudeste asiático que estão ampliando os rebanhos de porcos.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.