Mercado abrirá em 8 h 24 min

Argentina registra superávit comercial de US$ 1,4 bilhão em agosto

·1 minuto de leitura

Saldo é resultado de US$ 4,9 bilhões em exportações e de importações no valor de US$ 3,5 bilhões, informou o Indec A Argentina registrou superávit comercial de US$ 1,43 bilhão em agosto, pouco abaixo do superávit de US$ 1,45 bilhão de julho. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (24) pelo Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec), as exportações caíram 11,3%, na comparação com agosto de 2019, e as importações, 20,4%. As vendas para ao exterior somaram US$ 4,9 bilhões, enquanto as compras chegaram a US$ 3,5 bilhões. Na pauta de exportação, o único item que teve alta foi o de produtos primários, que respondem por 33% do que a Argentina vende, atualmente, para o mundo. As exportações de produtos primários avançaram 10,2%, na comparação com agosto do ano passado. No mês passado, os principais parceiros comerciais da Argentina foram Brasil, China e Estados Unidos. As exportações para o Brasil caíram 24,2%, e as importações, 16%, resultando em um déficit comercial de US$ 131 milhões. Já as exportações para a China tiveram queda de 10,8%, enquanto as importações diminuíram 16,4%. O déficit comercial com o país asiático ficou em US$ 134 milhões no mês.