Mercado abrirá em 3 h 19 min

Argentina quer concluir renegociação de títulos até maio: Fontes

Pablo Gonzalez

(Bloomberg) -- O governo da Argentina tem dito às pessoas envolvidas nas negociações para reestruturar a dívida de US$ 69 bilhões que trabalha com o prazo informal de 7 de maio, porque um grande pagamento de títulos deve ocorrer nessa época, segundo fontes com conhecimento direto do assunto.

As pessoas, que falaram sob anonimato, disseram que o governo quer usar a data como prazo final porque é quando deve ser feito o pagamento de US$ 1,4 bilhão em títulos denominados em dólares, conhecidos como Bonars, que vencem em 2024. Embora os títulos tenham sido vendidos de acordo com a legislação local, o que facilita a extensão unilateral do prazo, o pagamento de 7 de maio é um dos maiores em moeda forte do país este ano.

A medida ocorre em um momento crítico para a Argentina, que tenta convencer credores de que possui um plano justo e razoável para reestruturar bilhões de dólares em obrigações estrangeiras. Analistas haviam dito anteriormente que a data original de 31 de março, anunciada pelo presidente Alberto Fernández, não era realista. Fernández disse nesta semana que o prazo pode sofrer “alguma alteração”, sem mencionar uma data específica.

Um porta-voz do Ministério da Economia não respondeu a um pedido de comentário.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Pablo Gonzalez em São Paulo, pgonzalez49@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Nikolaj Gammeltoft, ngammeltoft@bloomberg.net, ;Daniel Cancel, dcancel@bloomberg.net, Alec McCabe, Carolina Millan

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.