Mercado abrirá em 6 h 39 min

Argentina fecha 2019 com inflação de 53,8%, diz Indec

Caio Rinaldi

Ao longo de 2019, alguns grupos apresentaram variação superior à média geral, liderados por Saúde, com alta de 72,1% A inflação na Argentina acumulou alta de 53,8% em 2019 em relação ao ano anterior, a mais alta em 28 anos, relatou nesta quarta-feira (15) o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec). No resultado fechado de dezembro, houve alta de 3,7% em relação a novembro.

Ao longo de 2019, alguns grupos apresentaram variação superior à média geral, liderados por Saúde, com alta de 72,1%, informou o Indec. Na sequência aparecem Comunicação, com 63,9%; Equipamentos e mantimentos domésticos, 63,7%; Alimentos e Bebidas, 56,8%; Bens e Serviços Diversos, com 55,9%.

Abaixo da média geral, Vestimentas e Calçados avançaram 51,9%; Restaurantes e Hotéis, 50,3%; Bebidas Alcoólicas e Tabaco, 50,2%; Transportes, 49,7%; Recreação e Cultura, 48,5%; Educação, 47,1%; e Moradia, Água, Eletricidade e Outros subiram 39,4%.