Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    59.984,50
    -380,07 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Argentina espera crescimento da produção industrial superior a 6% em 2021, diz ministro

·1 minuto de leitura
Ministro do Desenvolvimento e Produção da Argentina, Matias Kulfas

BUENOS AIRES (Reuters) - A produção industrial da Argentina deve crescer mais de 6% este ano em relação a 2020 à medida que a terceira maior economia da América Latina se recupera da pandemia, disse o ministro do Desenvolvimento e Produção, Matias Kulfas, a repórteres na segunda-feira.

Ele disse esperar que a economia da Argentina como um todo cresça de 5% a 6% durante o ano, com base em dados preliminares e dependendo de como o novo coronavírus evolui e seu impacto no crescimento. A última pesquisa de economistas do banco central argentino mostrou expectativas de crescimento econômico de 6,2% em 2021. A economia recuou 10% no ano passado.

A produção industrial argentina caiu 7,6% em 2020, após uma contração de 6,3% em 2019.

(Por Agustin Geist)