Mercado fechará em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    121.104,71
    -2.471,85 (-2,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.123,58
    -510,33 (-0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,04
    -2,52 (-3,57%)
     
  • OURO

    1.812,80
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    39.292,11
    +1.107,28 (+2,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    969,63
    +42,86 (+4,62%)
     
  • S&P500

    4.407,00
    -16,15 (-0,37%)
     
  • DOW JONES

    34.849,12
    -267,28 (-0,76%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.050,75
    +4,50 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1963
    +0,0308 (+0,50%)
     

Aranhas podem neutralizar cobras com centenas de vezes o seu tamanho, diz estudo

·2 minuto de leitura
Aranhas podem neutralizar cobras com centenas de vezes o seu tamanho, diz estudo
Aranhas podem neutralizar cobras com centenas de vezes o seu tamanho, diz estudo

Um novo estudo descobriu que mais de 30 espécies de aranhas venenosas podem atacar cobras com muitas vezes o seu peso e tamanho. O curioso, é que muitas vezes os aracnídeos saem vitoriosos na disputa.

O autor do estudo é o biólogo Martin Nyffeler, que também relatou casos de aranhas capazes de caçar e comer morcegos. Nyffeler encontrou 319 registros de aranhas matando e se alimentando de cobras.

As matadoras mais frequentes, segundo o estudo, foram as aranhas da família das viúvas (Latrodectus, conhecida pelo nome comum de aranhas-pretas ou viúvas-negras), responsáveis ​​por cerca de metade das mortes relatadas. O grupo inclui a viúva-negra, bem como parentes como a aranha-botão africana, que mede no máximo 1,1 cm e normalmente têm como alvo cobras pequenas e jovens.

<em>Cobra morta na teia de aranha de uma viúva negra. Imagem: Jeff Lewis / Science Alert/Reprodução</em>
Cobra morta na teia de aranha de uma viúva negra. Imagem: Jeff Lewis / Science Alert/Reprodução

Os pesquisadores conseguiram encontrar evidências de aranhas atacando pelo menos 86 espécies diferentes de cobras. Relatos do encontro inusitado de espécies vieram de todos os continentes, embora metade dos eventos tenham ocorrido nos Estados Unidos e quase um terço na Austrália.

A maioria das presas atacadas eram filhotes ou muito jovens. Mas as aranhas também derrubaram serpentes grandes, as maiores vítimas tinham até 100 cm de comprimento. No entanto, as cobras maiores eram normalmente mortas por tarântulas.

Já as viúvas-negras, superaram cobras com até 30 vezes o seu tamanho e peso. No entanto, talvez a grande surpresa do estudo tenha sido a Steatoda triangulosa. A aranha de teia triangular com cerca de 1,5 cm foi capaz de neutralizar uma cobra de 15 cm de comprimento e 355 vezes o seu peso.

Leia mais:

Os pesquisadores também revelaram que pode levar horas e até dias para o veneno de uma aranha conseguir matar as cobras. Em 86% dos acidentes relatados, os ataques foram fatais. Em apenas 1,5% dos casos as cobras conseguiram escapar por conta própria.

No fim, vale ressaltar que as cobras são provavelmente uma refeição rara para as aranhas, já que normalmente elas vivem se alimentando de pequenos insetos. Ainda assim, algumas espécies fizeram das serpentes uma parte regular de sua dieta. Um exemplo são as aranhas ‘redback’ australianas, também conhecidas como viúva-negra australiana. Segundo o Live Science, elas já foram vistas comendo lagartos e cobras em abundância.

Fonte: Live Science, Science Alert

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos