Mercado fechará em 2 h 35 min

Aramco aumentará produção em abril a 12,3 milhões de barris ao dia

(Arquivo) Um pôster da empresa de petróleo Aramco exibido em uma rua em Riyadh, capital da Arábia Saudita

O grupo petroleiro saudita Saudi Aramco anunciou nesta terça-feira que produzirá 12,3 milhões de barris ao dia a partir de abril, um aumento importante da produção em um contexto de guerra de preços com a Rússia.

"A Saudi Aramco anuncia que fornecerá a seus clientes 12,3 milhões de barris de petróleo bruto por dia em abril", afirma a empresa pública e um comunicado publicado no site da Bolsa de Riad.

A Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, produz atualmente 9,8 milhões de barris ao dia, o que significa que sua produção em abril aumentará em 2,5 milhões de barris.

"A empresa estabeleceu com seus clientes fornecer estes volumes a partir de 1 de abril de 2020. A espera que tenha um efeito financeiro positivo a longo prazo", afirmou a Sadu Aramco.

Na semana passada fracassaram as negociações entre a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e a Rússia para reduzir a produção. Os sauditas reagiram com a redução do preço de seus barris a partir de abril.

A decisão saudita provocou a queda dos preços do petróleo e baixas expressivas nas Bolsas de todo o planeta na segunda-feira.

A Arábia Saudita afirma ter capacidade máxima de produção de 12 milhões de barris ao dia, mas é difícil saber se pode manter este ritmo de produção a longo prazo.

O país tem dezenas de milhões de barris de petróleo em reservas estratégicas, das quais pode retirar os barris adicionais.