Mercado fechado

Arábia Saudita diz que encerrará corte voluntário de produção de petróleo em julho

Valor
·1 minuto de leitura

Ministro disse que produção extra será direcionada ao mercado interno A Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira que os cortes voluntários de produção adotados pelo país para estabilizar os preços do petróleo no mercado internacional serão suspensos no fim de junho. Em entrevista coletiva, o ministro de Energia do país, Abdulaziz bin Salman, explicou que outros países do Golfo Pérsico também abandonarão os cortes voluntários, mas ressaltou que a produção extra saudita será direcionada ao mercado interno. Preço do barril dá sinal de recuperação No sábado, a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, liderados pela Rússia, concordaram em estender até julho um acordo para um corte de produção de 9,7 milhões de barris por dia, cerca de 10% da oferta global. Uma das principais divergências para que o acordo fosse estendido era o cumprimento das metas acertadas em abril. Bin Salman afirmou hoje que o Iraque se comprometeu a compensar entre julho e setembro a parte da cota não reduzida desde a assinatura do acordo, há dois meses. Amr Nabil / Associated Press