Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.375,25
    -1.185,58 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.728,87
    -597,81 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,20
    +4,75 (+5,37%)
     
  • OURO

    1.701,80
    -19,00 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    19.585,16
    -370,68 (-1,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,50
    -9,53 (-2,09%)
     
  • S&P500

    3.639,66
    -104,86 (-2,80%)
     
  • DOW JONES

    29.296,79
    -630,15 (-2,11%)
     
  • FTSE

    6.991,09
    -6,18 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.096,25
    -445,50 (-3,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0768
    -0,0367 (-0,72%)
     

Apple volta com o trabalho presencial nesta segunda-feira

Os funcionários passam a ter a opção de continuar trabalhando de maneira remota duas vezes por semana (Getty Image)
Os funcionários passam a ter a opção de continuar trabalhando de maneira remota duas vezes por semana (Getty Image)
  • Apple decidiu retornar com o trabalho presencial nesta segunda (5)

  • Funcionários deverão ir às terças, quintas e um terceiro dia útil optativo

  • Inicialmente, a medida será testada no Vale do Silício

Depois de um longo período de home office, impulsionado pela pandemia, a Apple decidiu retornar com o trabalho presencial, Com a medida, a partir desta segunda-feira (5), os trabalhadores deverão comparecer pelo menos três dias por semana.

Um memorando do CEO Tim Cook anunciou que os colaboradores deverão frequentar os escritórios, obrigatoriamente, às terças, quintas e um terceiro dia útil que poderá ser escolhido pelas próprias equipes. Após a decisão, os funcionários passam a ter a opção de continuar trabalhando de maneira remota duas vezes por semana.

A companhia tem ensaiando o retorno do trabalho presencia desde 2021. Inicialmente, a medida será testada no Vale do Silício, em Santa Maria, para depois ser distribuída para outras localidades.

A empresa pretendia retornar com um regime totalmente presencial, o que não agradou aos integrantes da equipe. Logo após o anúncio, os funcionários realizaram uma petição pedindo flexibilização no modelo adotado.

Na época, o documento foi divulgado no Twitter. Ele argumentava que os últimos dois anos apontam que os funcionários podem realizar um “trabalho excepcional" em casa.

É importante lembrar que a Apple não é a única companhia que está voltando com o modelo de trabalho presencial A Tesla e a Microsoft também está solicitando a presença dos colaboradores nos escritórios.

Em 2020, a empresa de Bill Gates disponibilizou o modelo de home office como permanente para para os funcionários. Já Elon Musk enviou um e-mail à equipe executiva da fábrica dizendo que o formato remoto não é mais aceitável