Mercado abrirá em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    111.399,91
    +2.506,91 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.895,63
    +1.116,73 (+2,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,65
    +0,10 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.826,60
    +7,70 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    19.163,94
    +184,68 (+0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    375,99
    -3,87 (-1,02%)
     
  • S&P500

    3.662,45
    +40,82 (+1,13%)
     
  • DOW JONES

    29.823,92
    +185,32 (+0,63%)
     
  • FTSE

    6.386,49
    +1,76 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.532,58
    -35,10 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.800,98
    +13,44 (+0,05%)
     
  • NASDAQ

    12.445,75
    -6,50 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2993
    -0,0077 (-0,12%)
     

Apple trocará AirPods Pro com problemas de estática de graça

Wagner Wakka
·1 minuto de leitura

Quando a Apple lançou os AirPods Pro em outubro de 2019, alguns aparelhos chegaram com problemas de hardware. Os primeiros compradores dos fones de ouvido reclamaram de barulhos e sons de estática nos ouvidos. Agora a Apple assumiu o problema e disse que vai oferecer de graça novos modelos para usuários afetados.

De acordo com a empresa, uma porcentagem pequena dos aparelhos fabricados até outubro de 2020 sofrem com isso. Os problemas acontecem principalmente em ambientes com muito barulho, que exigem que o sistema de cancelamento de ruído trabalhe mais; durante movimentos intensos, como em exercícios; e quando se está falando ao telefone.

Há unidades em que o cancelamento de ruído não funciona como deveria, vazando sons ambientes ou interferindo na qualidade sonora.

Nessas duas condições, os usuários podem buscar uma loja da Apple e levar seus AirPods Pro para serem analisados por um técnico. Caso o problema seja confirmado, a companhia promete repor a unidade totalmente de graça.

Será possível fazer a troca se os AirPods Pro começarem a apresentar problemas até dois anos depois da compra. Em alguns casos, somente a atualização de software já deve resolver a questão.

O site oficial da Apple diz que o programa é mundial, portanto também válido para usuários no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: