Mercado fechará em 2 h 35 min
  • BOVESPA

    107.520,14
    -3.919,23 (-3,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.709,44
    -598,27 (-1,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,56
    -1,41 (-1,96%)
     
  • OURO

    1.762,90
    +11,50 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    43.894,16
    -3.747,34 (-7,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.098,27
    -36,11 (-3,18%)
     
  • S&P500

    4.333,21
    -99,78 (-2,25%)
     
  • DOW JONES

    33.804,21
    -780,67 (-2,26%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.902,25
    -423,75 (-2,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2712
    +0,0718 (+1,16%)
     

Apple só vai lançar iPhone dobrável em 2 ou 3 anos, diz Bloomberg

·2 minuto de leitura
Apple só vai lançar iPhone dobrável em 2 ou 3 anos, diz Bloomberg
Apple só vai lançar iPhone dobrável em 2 ou 3 anos, diz Bloomberg

Está ansioso para comprar um telefone dobrável, mas é usuário de iPhone e quer esperar pelo modelo da Apple para trocar seu smartphone? Então prepare-se para tomar o popular “chá de cadeira”. Pelo menos se as informações postadas por Mark Gurman em sua newsletter da Bloomberg estiverem corretas.

Em sua coluna semanal, o jornalista comentou a respeito das últimas informações referentes aos esperados lançamentos da Apple, incluindo o sonhado e desejado iPhone dobrável. E as projeções para a chegada do futuro flagship não são animadoras para quem esperava vê-lo já no ano que vem.

Segundo Gurman, apesar de já ter começado a desenvolver protótipos para o iPhone dobrável, a Apple só pretende lançar o modelo comercialmente daqui a dois ou três anos. Ou seja: quem está esperando pela versão dobrável do flagship da Apple para trocar de telefone pode ter que adiar os planos até 2024.

Fim do Apple Watch Titanium?

Na mesma coluna em que projetou o adiamento da chegada do iPhone dobrável para 2023 ou 2024, o jornalista da Bloomberg abordou outros dispositivos da Apple. Um dos que mereceram destaque foi o Apple Watch Titanium. Segundo ele, a versão mais cara e mais resistente do relógio inteligente da Apple, que tem preço superior a US$ 800 (R$ 4.101, na conversão direta) está esgotada, e não voltará ao site da fabricante.

O jornalista informou que a Apple foi consultada após uma incessante busca em lojas online e físicas pelo dispositivo, mas que se limitou a dizer que ele está “atualmente indisponível”. De acordo com Gurman, no entanto, em breve a empresa confirmará que o Apple Watch Titanium foi, efetivamente, descontinuado após ter o estoque esgotado. A atitude teria sido tomada para não prejudicar o lançamento do Apple Watch Series 7, que acontecerá em algumas semanas.

O futuro Apple Watch, aliás, será compatível com o mesmo carregador MagSafe utilizado pelo iPhone (não pelo dobrável, claro), assim como outros dispositivos Apple, como iPad e Mac. Essa tecnologia também já foi adotada em um lançamento recente da Zens, que mostrou quatro dispositivos Apple sendo carregados simultaneamente pelo mesmo dispositivo.

Via Phone Arena

Imagem: iOS Beta News

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos