Mercado fechado

Apple reduz comissão da App Store para 15% a partir de 2021, mas com exceções

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

A Apple anunciou nesta quarta-feira (18) um programa para pequenas empresas na App Store. Segundo a fabricante, o “Small Business Program” irá beneficiar a maioria dos desenvolvedores do ecossistema, cobrando uma comissão de 15% para criadores de apps com faturamento na plataforma inferior a US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,5 milhões) durante o ano anterior.

O programa começa a valer já em 2021 e reduz a atual comissão de 30% cobrada em vendas de apps, assinaturas e itens digitais. Segundo a fabricante do iPhone, a ideia é ajudar pequenos desenvolvedores e estúdios independentes.

A Apple prometeu mais detalhes do programa para o início de dezembro, mas os desenvolvedores interessados em receber uma fatia maior das vendas de seus apps terão que se registrar nele, ou seja, o processo não é automático.

A tarifa reduzida também será aplicada para novos desenvolvedores na App Store. No caso do faturamento ultrapassar o milhão de dólares, a comissão padrão (30%) é aplicada até o final do ano corrente, tanto para novos criadores quanto para os já estabelecidos.

Caso o valor volte para um patamar inferior ao estipulado durante um outro ano, o desenvolvedor terá a opção de solicitar a inscrição novamente no programa.

Segundo a Apple, a App Store (em seus diversos dispositivos) oferece atualmente 1,8 milhão de aplicativos, com 500 milhões de usuários a cada semana. Em 2019, a loja movimentou US$ 519 bilhões (cerca de R$ 2,76 bilhões), alcançando mais de 1,5 bilhão de dispositivos em 175 países.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: