Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.682,79
    +1.566,88 (+3,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Apple promete vídeos com qualidade de cinema com iPhone 13

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Apple apresentou nesta terça-feira (14) o iPhone 13, com novo posicionamento de lentes traseiras, processador mais rápido e uma função que promete qualidade cinematográfica nas filmagens.

O novo smartphone da Apple —cuja versão premium pode chegar a R$ 15.500— foi lançado em um evento virtual da companhia, transmitido de Cupertino, na Califórnia (EUA).

Com vídeos ganhando cada vez mais espaço em aplicativos do mercado, a Apple apostou, mais uma vez, em reforçar a qualidade de câmera de seus produtos: acrescentou ao novo smartphone o recurso chamado de "Cinematic Mode", que emula recursos de cinema.

Com avançado sistema de inteligência artificial de vídeo conectado às câmeras, a função permite que o foco se adapte instantaneamente à velocidade da filmagem, o que dá mais fluidez aos movimentos das cenas registradas.

O iPhone 13, que também tem a versão mini, possui duas câmeras 12MP, além da frontal. Já a versão PRO, mais evoluída, tem três câmeras. Todos os produtos ainda não estão disponíveis no Brasil, mas devem chegar neste ano.

Além de reforço para filme e fotografia, o novo celular tem a tela maior em relação ao produto do ano passado, e inovações de infraestrutura. São 15 bilhões de transistores que funcionam em um CPU 50% mais rápido que o dos concorrentes, segundo a empresa americana. O aparelho tem o A15 Bionic, novo chip da empresa.

Com tela de 6.1 polegadas, o iPhone 13 será vendido nas cores rosa, azul, branco, vermelho e preto. Sua produção contém materiais reciclados, como garrafas de plástico.

A internet 5G do aparelho poderá ser utilizada em 60 países.

No Brasil, o iPhone 13 sairá por R$ 7.600, diz o site da companhia. O preço da versão mini (com 5.4 polegadas) é de R$ 6.600.

Já a linha premium do smartphone —iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max— vem com tela de 6.1 e 6. 7 polegadas, respectivamente. Os preços serão de R$ 9.500 (versão com 128 GB do Pro) a R$ 15.500 (1 TB do Pro Max).

O iPad, "mais popular e essencial do que nunca", nas palavras de Tim Cook, presidente-executivo da companhia, é embarcado com o chip A13 Bionic e tem performance 20% mais veloz. De acordo com a Apple, o sistema operacional iPadOS 15 é seis vezes mais rápido do que um aparelho com Android, sistema do Google.

O iPad voltou a ter relevância para a Apple durante a pandemia, quando as vendas cresceram 40% devido ao trabalho remoto, às teleconferências e ao ensino a distância.

O novo tablet também não está disponível no Brasil. No site da empresa, os preços vão de R$ 3.400 (64 GB) a R$ 5.600 (256 GB). Já o iPad mini será vendido por R$ 6.200 (64 GB) e R$ 7.800 (256 GB).

O Watch Series 7, nova versão do relógio inteligente da Apple, apresentou novidades como detecção de queda para ciclistas (que podem acionar a emergência para resgate), maior resistência, aumento de 20% da tela, mais durabilidade e recursos como registro de rapidez de um saque de tênis, de uma tacada de golfe ou de ondas surfadas.

O aparelho será vendido por US$ 399 (R$ 2.090).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos