Mercado fechará em 3 h 7 min

Apple pode descartar o notch já em 2020, diz novo rumor

Felipe Junqueira

A Apple deve mudar o design do iPhone em 2020 e já descartar totalmente o recorte (ou notch, como ficou conhecido mesmo no Brasil), ao menos na versão mais avançada da linha - que pode ter um total de cinco modelos no ano que vem. A informação é de um jornal chinês, que citou uma apresentação no banco de investimento Credit Suisse.

“Na metade desse ano surgiu o rumor que a Apple vai escolher um design totalmente novo em 2020. O jornal China Times conseguiu informações reveladoras no MWC Shanghai sobre uma apresentação no Credit Suisse. O provedor de serviços financeiros reportou que fornecedores da Apple estão finalizando o desenvolvimento de um display de tela cheia para o iPhone 2020”, diz o site holandês LetsGoDigital.

Para que a ocupação da parte frontal seja praticamente toda da tela, a Apple descartaria o FaceID e passaria a utilizar um sensor de impressão digital por baixo da tela, no mesmo estilo do Galaxy S10, segundo a publicação. A câmera frontal também ficaria por baixo do display, uma tecnologia que já existe, mas ainda não está presente em nenhum aparelho comercialmente disponível.

Ainda de acordo com o China Times, o design “full screen” só estaria presente no modelo mais avançado da linha. Os outros, portanto, devem manter o entalhe, e possivelmente o FaceID, também. Apenas em 2021 este tipo de desbloqueio seria completamente descartado pela Apple, segundo a publicação chinesa.

Rumor antigo reforçado

Um dos conceitos do iPhone 2020, ainda sem prever o fim do entalhe (Foto: Reprodução/PhoneArena)

O analista chinês Ming Chi Kuo já chegou a falar sobre a possibilidade de o iPhone deixar de lado o entalhe em breve. No entanto, de acordo com ele, isso só aconteceria em 2021. Segundo ele, há ainda um punhado de questões técnicas a serem resolvidas antes dessa renovação visual.

O site da Bloomberg também reportou sobre essa possibilidade este ano, já admitindo a possibilidade de a frente ser toda ocupada pela tela ser adotada em 2020. No entanto, a Maçã poderia deixar para utilizá-la apenas em 2021, já com a tecnologia mais madura.

Bom lembrar que a leitura de impressão digital sob a tela com sensor ultrassônico, teoricamente mais seguro que o leitor óptico, apresentou problema grave de segurança este ano. A Samsung teve que lançar uma atualização depois que testes mostraram que um dedo impresso em 3D com a digital poderia desbloquear o aparelho. O uso de uma película também desbloquearia qualquer dedo que fosse colocado no leitor. Há rumores de que a Samsung pode trocar o leitor ultrassônico da Qualcomm por um óptico nos seus topos de linha do ano que vem.

Patentes indicam que rumor pode ser real

Renderização do iPhone 2020 baseada em patentes (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital

Uma checagem do site LetsGoDigital mostra que a Apple já trabalha com patentes que reforçam a chance de o rumor ser real. Um documento publicado no Japão em 2019 já mostrava o iPhone sem entalhe na tela. No entanto, é sempre bom lembrar que uma patente registrada não significa necessariamente um produto em desenvolvimento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: