Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,53
    -0,76 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.848,30
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    29.222,29
    -909,78 (-3,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    654,92
    -19,96 (-2,96%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.497,90
    +27,84 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    26.926,35
    -75,17 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    11.879,75
    -155,50 (-1,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1266
    -0,0211 (-0,41%)
     

Apple passa exigir ciclo vacinal completo dos seus funcionários

·2 min de leitura
Apple passa exigir ciclo vacinal completo dos seus funcionários
Apple passa exigir ciclo vacinal completo dos seus funcionários
  • Os empregados não se vacinaram terão de apresentar o teste negativo para Covid-19 para poder entrar nos ambientes de trabalho;

  • A medida ainda exige dos colaboradores ciclo vacinal completo, incluindo dose de reforço, até o dia 15 de fevereiro;

  • A regra vale tanto para os empregados de lojas quanto para os funcionários de escritório.

Os empregados da Apple que ainda não se vacinaram terão de apresentar o teste negativo para Covid-19 para poder entrar nos locais de trabalho, seja nas lojas ou nos escritórios da companhia. A medida ainda exige dos colaboradores ciclo vacinal completo, incluindo dose de reforço, até o dia 15 de fevereiro.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a empresa mais valiosa do mundo citou a importância da vacinação no combate ao vírus e suas variantes. “Devido à diminuição da eficácia da série primária de vacinas contra a Covid-19 e ao surgimento de variantes altamente transmissíveis, como a Ômicron, uma dose de reforço agora se faz necessária para se manter em dia com a vacinação e para proteger contra casos graves”, informou a Apple.

A covid-19 e os avanços da Ômicron, também tem mobilizado outras empresas a tomarem medidas sanitárias. A Meta, novo nome do Facebook, também anunciou que vai exigir dos funcionários que trabalham nos escritórios dos Estados Unidos doses de reforço contra a Covid. A norma deve entrar em vigor no mês de março, quando a empresa planeja voltar com as atividades presenciais.

Já a gigante financeira Citigroup, com sede em Nova York, tomou medidas até mais drásticas. Em comunicado emitido recentemente, a empresa estabeleceu que os funcionários que não tiverem sido vacinados entrarão de licença não remunerada até o dia 14 de fevereiro, e se, ainda sim, permanecerem com o ciclo de vacinação incompleto, serão demitidos no final do mês.

Apple atinge US$ 3 trilhões em valor de mercado

A primeira segunda-feira de 2022 entrou para a história como o dia em que a Apple chegou a marca de US$ 3 trilhões em valor de mercado, cerca de R$ 17 trilhões. Às 19h, os papéis da Apple são negociados a US$ 182 (R$ 1.033,76), uma alta de +2,50%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos