Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.306,45
    -2,56 (-0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5561
    +0,0505 (+0,92%)
     

Apple, Microsoft e Google querem que você não tenha senhas; entenda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Senhas são mais fraco da segurança digital, onde os ataques hacker costumam acontecer
Senhas são mais fraco da segurança digital, onde os ataques hacker costumam acontecer
  • Autenticação FIDO utiliza o celular do usuário como um certificado de identidade;

  • Eliminação das senhas irá remover o elo mais fraco da segurança digital;

  • Além de empresas de tecnologia, empresas de pagamentos e órgãos governamentais participam do consórcio.

A verdade é que dos últimos anos para cá, senhas vem se tornando uma inconveniência para o usuário comum, elas precisam ter uma certa quantidade de caracteres, conter números, letras e símbolos especiais, além de serem únicas.

E em um mundo em que o acesso a todos ou quase todos serviços online é através de alguma senha, como o Spotify, o Gmail, o TikTok e até mesmo ao próprio computador, grandes empresas de tecnologia estão apostando em um futuro onde nada disso será mais necessário.

Mas não é da autenticação de dois fatores que estamos falando aqui. Os aplicativos que enviam uma mensagem ou notificação para seu celular como forma de garantir que você é realmente você também estão com seus dias contados.

No início do mês, a Microsoft, a Google e a Apple afirmaram que irão adotar um novo padrão de segurança em seus aplicativos e sites, a autenticação FIDO, mas não informaram nenhuma data precisa de quando farão a transição.

Chamada de Aliança FIDO (Fast Identity Online, ou identidade rápida online em tradução livre), o protocolo de segurança foi desenvolvido por mais de 250 entidades, entre empresas de tecnologia, pagamentos, telecomunicações e órgãos governamentais. Além das empresas já citadas, participam da aliança a Amazon, o Facebook, a Mastercard, VISA, American Express e o PayPal.

Como funciona a FIDO?

A ideia principal é que sua identidade fique registrada no seu smartphone através de reconhecimento facial, impressão digital ou senha. Uma vez armazenada lá, o telefone servirá como objeto autenticador de sua identidade.

Para fazer um login, bastará informar seu nome de usuário e informar ao aplicativo ou site, através de seu celular, que você é você. Já há alguns aplicativos que trabalham com um processo de segurança similar a esse, mas o FIDO é o primeiro a ter especificações e certificados que o permitem operar com uma grande gama de hardwares diferentes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos