Mercado fechado

Apple manda fechar lojas fora da China até 27 de março

Alberto Rocha

E cada vez mais o setor de tecnologia sofre baixas com o surto do Coronavírus pelo mundo. Após fabricantes como LG e Samsung pausarem unidades de produção, agora é a vez da Apple anunciar o fechamento temporário de suas lojas fora da Grande China até 27 de março.

O anúncio foi feito por Tim Cook, através de sua conta no Twitter, neste sábado (14):


"Em nossos locais de trabalho e comunidades, devemos fazer todo o possível para impedir a disseminação do COVID-19. A Apple fechará temporariamente todas as lojas fora da Grande China até 27 de março e comprometerá US$ 15 milhões para ajudar na recuperação mundial", revela a publicação.

Lojas na China serão reabertas

Com a Europa agora sendo considerada o "epicentro" da pandemia e o país ter anunciado o fim do pico de coronavírus, as lojas da China serão reabertas a partir de sexta-feira (20) após cerca de um mês e meio fechadas, desde 1º de fevereiro.

"O que aprendemos juntos nos ajudou a desenvolver as melhores práticas que estão ajudando enormemente em nossa resposta global", diz o comunicado enviado à imprensa.

Entre as medidas que a companhia da maçã se viu obrigada a tomar estão a adoção de home office aos seus empregados para evitarem aglomerações, além de cancelar o possível lançamento do iPhone 9 (ou iPhone SE 2).

Ainda não sabemos se essa medida afeta as lojas da Apple no Brasil. Estamos em contato com a assessoria de imprensa da Apple no país para saber se teremos mudanças por aqui. Assim que obtivermos uma resposta, este artigo será atualizado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: