Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.120,08
    -2.669,25 (-2,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.351,52
    -1.112,51 (-2,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,27
    -3,13 (-2,78%)
     
  • OURO

    1.814,40
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    29.253,29
    -831,93 (-2,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    654,84
    -15,83 (-2,36%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.914,00
    -646,25 (-5,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2128
    +0,0024 (+0,05%)
     

Apple lança programa para conserto de iPhone em casa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Nesta quarta-feira (27), a Apple anunciou o programa Self Service Repair Store nos EUA. Pela primeira vez, os donos de iPhone terão acesso às peças, ferramentas e manuais para realizar o conserto do próprio dispositivo em casa.

A partir de agora, os usuários norte-americanos poderão adquirir peças originais para reparos do iPhone SE (2022) e das linhas iPhone 12 e iPhone 13. Serão mais de 200 componentes e ferramentas disponíveis, incluindo telas, baterias e câmeras.

Entretanto, o Self Service Repair Store estabelece algumas condições na hora da compra dos kits. Todas as peças serão vinculadas ao número IMEI do aparelhos e os clientes devem ler o manual de reparo do dispositivo no site de suporte da fabricante antes de concluir a aquisição do itens de substituição.

Programa permite que os usuários consertem os próprios iPhone em casa (Imagem: Divulgação/Apple)
Programa permite que os usuários consertem os próprios iPhone em casa (Imagem: Divulgação/Apple)

Os preços dos kits de autorreparo variam conforme a peça e o modelo do dispositivo. Um pacote com os componentes para a troca da tela do iPhone 13 Pro é vendido por US$ 269 (cerca de R$ 1.345 na atual conversão), enquanto uma nova bateria para o mesmo celular custa US$ 71 (~R$ 355).

O programa também disponibiliza um kit com ferramentas essenciais para os reparos. Além de ser vendido separadamente, o material pode ser alugado por uma semana com o custo de US$ 49 (~R$ 245) e depois ser devolvido gratuitamente para a fabricante.

Em comunicado, a Apple destaca que todas as peças e ferramentas oferecidas pelo Self Service Repair Store passaram por “exaustivos testes para garantir a mais alta qualidade, segurança e confiabilidade”.

Para usuários sem conhecimentos técnicos, a Apple ainda recomenda que procurem as assistências autorizadas (Imagem: Divulgação/Apple)
Para usuários sem conhecimentos técnicos, a Apple ainda recomenda que procurem as assistências autorizadas (Imagem: Divulgação/Apple)

Programa em expansão

Segundo a Apple, o Self Service Repair Store deve adicionar ferramentas, manuais e peças para computadores Mac com Apple Silicon ainda em 2022. Então, o programa faz parte dos esforços da marca para expandir ainda mais o acesso a reparos.

Contudo, a Apple ainda recomenda que grande parte dos clientes sempre busque os centros técnicos autorizados para reparos profissionais. Isso garantirá que os dispositivos sejam consertados com segurança e confiabilidade.

Para mais, a Apple anunciou que lançará o Self Service Repair Store na Europa ainda este ano. Entretanto, não há informações se o programa poderá chegar a outros países, incluindo o Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos