Mercado fechará em 3 h 8 min

Apple impressiona com facilidade de reparo do iPhone 14

A Apple definitivamente não é conhecida pela facilidade de reparo dos seus produtos. Muito pelo contrário, a empresa tem um longo histórico de décadas dificultando a reparabilidade de seus dispositivos e complicando o acesso a componentes internos para troca de peças essenciais. Mas parece que isso está mudando nos últimos anos, e com a chegada do iPhone 14 a empresa torna mais fácil que nunca o acesso a tampa traseira para troca da bateria.

Para o iFixit, que desmontou durante este fim de semana o novo smartphone lançado na última sexta-feira (16), "o melhor diferencial do iPhone 14 é um que a Apple não te contou", indo além da estreia do SOS de emergência por satélite e das novas câmeras, os componentes internos redesenhados roubam a cena ao tornar o reparo mais fácil.

Em vídeo publicado no YouTube, vemos que ainda é possível remover o painel frontal de forma tradicional; removendo os dois parafusos inferiores e, com auxílio de ferramentas especiais, puxando a tela e posicionando peças de plástico para evitar danos no corpo e no vidro, ajudando a descolar os adesivos e permitir acesso aos conectores da tela e do Face ID e câmera.

Atrás do display existe uma nova camada de metal para tornar a estrutura do smartphone mais resistente. Girando o aparelho e realizando o mesmo processo, o vidro se descola com facilidade e, pela primeira vez em anos, temos rápido e muito fácil acesso à bateria, câmera, placa mãe e mais.

Apple facilita acesso à tampa traseira do iPhone 14 ao permitir que vidro seja removido com facilidade incomum para empresa (Foto: Reprodução/iFixit)
Apple facilita acesso à tampa traseira do iPhone 14 ao permitir que vidro seja removido com facilidade incomum para empresa (Foto: Reprodução/iFixit)

Este modelo vendido apenas nos Estados Unidos oferece os mesmos componentes internos das versões internacionais, com exceção da falta da gaveta para chip SIM de operadora. Podemos ver que a Apple não tira proveito do grande vazio deixado pela remoção das peças, preenchendo o espaço apenas com um quadrado de plástico.

Como a Apple precisa fabricar o mesmo corpo do iPhone 14 para vendê-lo em diferentes países, o modelo não pode apresentar grandes alterações em hardware quando comparado a outras regiões. Mas é possível que no ano seguinte, com a chegada do iPhone 15, a empresa remova o compartimento de vez em escala global e apresente grandes mudanças internas.

O iPhone 14 e 14 Plus compartilham da mesma configuração e fácil reparabilidade, mas o novo modelo maior com tela de 6,7 polegadas chega ao mercado apenas em outubro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: