Mercado abrirá em 1 h 22 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,53
    +1,04 (+1,48%)
     
  • OURO

    1.773,20
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    41.909,24
    -1.543,15 (-3,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.045,60
    -18,24 (-1,71%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.065,65
    +84,67 (+1,21%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.065,00
    +41,00 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1807
    +0,0016 (+0,03%)
     

Apple Fitness+ ganha mais modalidades e será lançado no Brasil

·2 minuto de leitura

Com bastante ênfase e gancho com o novo Apple Watch Series 7, a Maçã anunciou a expansão do serviço Fitness + para mais 15 países, incluindo o Brasil. A ideia da companhia foi usar o novo relógio inteligente, e suas funcionalidades aprimoradas, como trampolim para oferecer mais recursos ao aplicativo de exercícios físicos.

Inicialmente, o Fitness + chegou para apenas seis países: Austrália, Canadá, Estados Unidos, Irlanda, Nova Zelândia e Reino Unido. Agora, além das terras tupiniquins, o serviço também desembarca na Áustria, Alemanha, Arábia Saudita, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Espanha, França, Indonésia, Itália, México, Portugal, Rússia e Suíça.

O app possui suporte integrado entre os dispositivos da Maçã (Imagem: Reprodução/Apple)
O app possui suporte integrado entre os dispositivos da Maçã (Imagem: Reprodução/Apple)

O serviço é focado na prática de exercícios físicos à distância, em várias modalidades diferentes como Ioga, Pilates e ginástica localizada. As atividades são feitas de casa, com a repetição dos movimentos exibidos e monitoramento da atividade corporal com o relógio. Assim, é possível saber quantas calorias foram queimadas na sessão, como estão os batimentos cardíacos ou o tempo de duração da atividade.

O "novo" aplicativo contará com recursos para tornar a experiência mais completa:

  1. Treinos em grupo com SharePlay

  2. Pause e retomada de qualquer dispositivo

  3. Filtros de treino aprimorados

  4. Meditação Guiada

  5. Treinos para se preparar para a temporada de neve

Podcasts e motivação

O Fitness + terá a área Artist Spotlight atualizada com novos treinos embasados por músicas de Billie Eilish, Calvin Harris, Imagine Dragons e Nicki Minaj. A série dedica uma playlist inteira de exercícios a um único artista: todas as segundas-feiras, durante quatro semanas, novos treinos com músicas de cada um deles aparecerão no serviço associados a diferentes modalidades.

Escolha o artista e a modalidade favorita para queimar mais calorias (Imagem: Reprodução/Apple)
Escolha o artista e a modalidade favorita para queimar mais calorias (Imagem: Reprodução/Apple)

Os tipos de treino incluem atividades como ciclismo, remo, ioga e dança, além de abranger vários gêneros musicais populares, como Rock, Pop, R&B e mais uma dezena de opções. Ainda não está claro se este recurso será adaptado à realidade local brasileira, com artistas nacionais e canções mais conhecidas por essas bandas.

Novas contas poderão desfrutar de um período de avaliação gratuita de um mês, prazo este que pode ser estendido para três em caso de compra do Apple Watch. Quem for assinante do pacote Apple One Premiere também receberá o acesso ao Fitness + de brinde.

O Apple Fitness + requer um Apple Watch Series 4 ou superior executando a versão do watchOS mais recente para funcionar. É preciso também ter algum dispositivo da empresa para acompanhar na TV (pela Apple TV), iPad ou iPhone.

A assinatura mensal custa US$ 9,99 nos EUA, mas os preços e a data de lançamento no Brasil ainda não foram revelados. É provável que essas informações cheguem com o lançamento do relógio inteligente por aqui ou com a atualização do sistema operacional para o iOS 15, marcada para 20 de setembro de 2021.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos