Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.307,01
    -122,00 (-0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Apple estaria preocupada com durabilidade da tela do iPhone 14 Pro

A Apple pode estar com algumas preocupações em relação à durabilidade dos modelos iPhone 14 Pro e Pro Max. De acordo com o portal The Elec, o problema estaria no display dos dispositivos.

Nova construção do notch poderia causar infiltrações no iPhone 14 Pro (Imagem: Divulgaçao/Apple)
Nova construção do notch poderia causar infiltrações no iPhone 14 Pro (Imagem: Divulgaçao/Apple)

Segundo fontes internas na linha de produção, a implementação do novo notch em formato de pílula faz com que o display tenha uma construção diferente nesta seção. Desta forma, ela estaria sujeita à entrada de umidade e ar, o que pode causar problemas a longo prazo.

Os modelos iPhone 14 e 14 Plus não sofreriam com o mesmo problema, já que trazem o entalhe no mesmo formato tradicional, utilizado desde o iPhone X de 2017.

Por conta desta situação, foi dito que a Apple entrou em contato com a Samsung, uma das responsáveis pela produção das telas. A empresa coreana tinha a intenção de utilizar uma técnica a laser para resolver o problema, mas ela foi considerada muito arriscada.

Em vez disso, a Apple teria pedido uma outra solução, parecida com a impressão a jato de tinta, para selar as bordas do entalhe. Esta técnica é aplicada após a instalação de uma fina camada de eletrodos na tela OLED dos iPhones.

A fonte ainda destacou que a Samsung nunca aplicou o método mais arriscado. Na verdade, esta possibilidade foi apenas cogitada em discussões internas — além disso, uma subsidiária da marca coreana fabrica equipamentos necessários para a técnica sugerida pela Apple.

Samsung teria sugerido solução mais arriscada, que não foi aplicada (Imagem: Ivo Meneghel/Canaltech)
Samsung teria sugerido solução mais arriscada, que não foi aplicada (Imagem: Ivo Meneghel/Canaltech)

A LG também produz telas OLED para o iPhone 14 Pro e Pro Max, mas teria planejado utilizar o método recomendado pela Apple desde o início.

Nos últimos dias, alguns usuários reportaram falhas na tela dos iPhones, em que linhas horizontais indesejadas aparecem a cada vez que o display é acionado. Porém, a Apple já apontou que este problema está na parte de software — portanto, não há relação direta entre as duas situações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: