Mercado fechado

Apple estaria interessada em investir no Brasil, diz ministro Paulo Guedes

Felipe Junqueira

O ministro da Economia Paulo Guedes se encontrou com executivos de diversas empresas durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que acontece desde o dia 21, na Suíça. Entre eles está Tim Cook, CEO da Apple, que teria manifestado interesse em investir no Brasil.

“Tim Cook falou que, em 40 dias, vai fazer contato para marcar um encontro com a gente no Brasil. Está interessado em investir em P&D”, disse o ministro à Folha de S.Paulo. Guedes se referia a uma possível intenção de a Apple abrir um centro de pesquisa e desenvolvimento no país.

Se o interesse for real e se concretizar, a Maçã dá um importante passo para colocar o Brasil entre os principais mercados para a marca. Nos últimos anos, a Apple tem acelerado os lançamentos por aqui, levando menos tempo do que era costume para trazer novas linhas do iPhone, iPad, MacBook e afins.

O iPhone 11 demorou cerca de um mês entre o anúncio global, em setembro, e o início das vendas no Brasil, que ocorreu em outubro. A Apple também chegou a lançar serviços simultaneamente no país e no resto do mundo, como o Apple TV+ e o Arcade.

Porém, a presença física da companhia por aqui segue tímida. A empresa possui apenas duas lojas oficiais por aqui, sendo uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro, e a fábrica nacional está com ritmo lento desde 2017, sendo que a linha de produção de iPads foi encerrada. Enquanto isso, os preços dos produtos com a Maçã estampada seguem altos, apesar de apresentarem crescimento um pouco inferior à inflação e ao câmbio nos últimos anos.

O suposto interesse de Cook em investir em P&D no Brasil, no entanto, não deve animar tanto. Claro que isso é bom para a economia, mas quem acha que os preços dos produtos vai cair como consequência disso, se engana. Além do mais, por ora só temos uma fala do ministro da Economia sobre um possível início das conversas. E mesmo se Cook se reunir com autoridades brasileiras, ainda há muito o que fazer até que os investimentos se concretizem.

Mais conversas

Também de acordo com Guedes, “o presidente da Uber contou que está contratando engenheiros no Brasil”. O ministro se reuniu tanto com Dara Khosrowshahi, CEO da empresa de transportes, quanto com Cook na quarta-feira, 22.

Também está prevista uma reunião com o vice-presidente da Huawei, Hu Houkun, com quem Guedes deve conversar sobre serviços de telefonia — possivelmente o interesse da chinesa no leilão do 5G, cuja implementação está prevista apenas para 2022, segundo o ministro Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Outro encontro marcado é com o presidente da UPS, Jai Shoff, para tratar de um possível interesse da companhia na privatização dos Correios.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: