Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.426,17
    -24,82 (-0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Apple está trabalhando em óculos de realidade aumentada há 27 anos

A expectativa é que o acessório da Apple custe mais de US$ 3 mil (Getty Image)
A expectativa é que o acessório da Apple custe mais de US$ 3 mil (Getty Image)
  • Apple deve lançar o óculos de realidade aumentada entre 2022 e 2024

  • A empresa estaria trabalhando na novidade desde 1995

  • Dispositivo deve ser um dos mais avançados do mercado

Para algumas pessoas, óculos de realidade aumentada é uma novidade do século XXI. No entanto, a Apple já trabalha há 27 anos para desenvolver dispositivos com essa tecnologia.

O dispositivo poderá contar com várias câmeras para projetar objetos virtuais no mundo real. O alto desempenho deve ser creditado ao Apple Silicon integrados. A expectativa é que o acessório custe mais de US$ 3 mil (R$ 15 mil).

É possível que o aparelho tenha um visual tradicional semelhante aos convencionais óculos de grau e de Sol e especificações mais simples. A tela será compacta e transparente, com lentes que exibem informações aos usuários.

A expectativa é que o lançamento seja mais avançado do que qualquer outro no mercado. De acordo com o site Investing, os usuários poderão controlar o dispositivo através de gestos com a mão.

É possível que os óculos sejam comercializados com acessórios para iPhone, exibindo informações e recebendo informações, enquanto deixam o trabalho pesado da computação nas mãos do celular.

Dentro dessa proposta, os acessórios precisam ser leves e finos, o que exige uma tela muito pequena. Os painéis em fase de testes contam com menos de uma polegada.

De acordo com o Techtudo, o projeto é conduzido em sigilo num complexo secreto localizado na cidade de Taoyuan, em Taiwan. Segundo o Nikkei Asia, o prédio é completamente branco, sem nome ou identificação no exterior.

O analista Jeff Pu informou que a a Luxshare será uma das principais fornecedoras da Apple para a produção de dispositivos lançados entre o fim de 2022 e 2024, incluindo o iPhone 14, Apple Watch Series 8, o headset VR/AR e os óculos AR.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos