Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.630,34
    +326,53 (+0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Apple diz que vazamentos prejudicam fabricantes de acessórios em apelo a leakers

·2 minuto de leitura

A Apple segue na tentativa de fazer com que leakers parem de vazar informações sobre os produtos ainda não lançados da marca. Desta vez, a companhia estadunidense alertou aos vazadores que as informações divulgadas por eles podem ser prejudiciais para fabricantes de acessórios, como capas e películas protetoras.

Em resumo, a gigante de Cupertino enviou uma carta para leakers com a intenção de que eles parem de compartilhar informações sobre produtos ainda não lançados e que também não divulguem imagens de seus protótipos. O comunicado diz que esses tipos de vazamentos “prejudicam os interesses dos consumidores e da Apple” e podem fazer com que outras empresas criem acessórios que, na verdade, não serão compatíveis com os verdadeiros produtos, quando estes forem lançados.

(Imagem: Reprodução/Old Explosion Technology)
(Imagem: Reprodução/Old Explosion Technology)

Além do pedido, as informações revelam que a carta da empresa também “ordena” que um cidadão chinês — que publicou informações como imagens de protótipos de um suposto iPhone 13 — revele quem são todas as suas fontes e quem fornece os supostos modelos de produtos ainda não lançados.

Na suposta carta, a Apple também alega que esses vazamentos podem ser prejudiciais para a própria marca e para seus clientes, que podem não ficar surpresos com os aparelhos quando eles forem, finalmente, anunciados.

Apple já fez outras investidas contra leakers

iPhone 13 é um dos principais alvos de rumores da Apple. (Imagem: Reprodução/Concept Creator)
iPhone 13 é um dos principais alvos de rumores da Apple. (Imagem: Reprodução/Concept Creator)

Não é de hoje que vemos as investidas da Apple para tentar conter os vazamentos de informações sobre produtos ainda não lançados. No mês passado, a marca contratou um escritório de advocacia para lidar exclusivamente com este tema.

Segundo as informações, alguns dos leakers mais populares receberam uma notificação para interromperem essas publicações. Um deles é conhecido como “Kang”, que divulga os detalhes sobre produtos não lançados em seu perfil no Weibo. Além do chinês, o criador de conceitos Jermaine Smit — que também é conhecido como Concept Creator e faz renderizações de futuros celulares — também foi alertado sobre o risco de multas. Na ocasião, o artista se defendeu e destacou que não é leaker e que não vaza nenhuma informação confidencial sobre produtos da marca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos