Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,05
    -0,54 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.814,50
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    29.106,10
    -1.183,52 (-3,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,57
    -20,11 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.906,50
    -29,00 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2218
    +0,0114 (+0,22%)
     

Apple diz que startup de chips roubava informações privilegiadas

Tokyo, Japan - December 10, 2015: Japan, Tokyo, Ginza, Apple Store logo
Empresa entrou em um embate judicial em um tribunal da Califórnia, nos Estados Unidos (Getty Image)
  • Empresa acusa pequena concorrente de roubo de dados confidenciais

  • Os ex-funcionários da Apple estariam levando informações privilegiadas para a Rivos

  • Eles teriam descarregado apresentações com detalhes de desenhos de chips ainda não lançados

Uma empresa de chips estaria roubando informações dados confidenciais da Apple. A gigante da tecnologia entrou com processo em um tribunal federal da Califórnia acusando a Rivos de de ter montado uma campanha coordenada para aliciar empregados da divisão de chips.

Informações apuradas pelo Reuters, que teve acesso ao documento apresentado no tribunal, dizem que pelo menos dois funcionários terão levado gigabytes de dados confidenciais de uma empresa para a outra.

Na acusação, a Apple afirma "ter razões para acreditar que a Rivos instruiu pelo menos alguns funcionários para descarregar e instalar apps de comunicações encriptadas (como a Signal) antes de continuar a comunicar com eles”. No entanto, a empresa se recusou a comentar publicação sobre a ação.

De acordo com o processo, os trabalhadores teriam descarregado apresentações com detalhes de desenhos de chips ainda não lançados e levado a informação com eles.

O alvo do suposto roubo são circuitos integrados que incluem vários componentes de computador em um único chip, incluindo unidades centrais de processamento e unidades de processamento gráfico.

A companhia disse que gastou bilhões de dólares, além de mais de uma década de pesquisas em projetos de SoC, que "revolucionaram os mundos da computação pessoal e móvel".

O processo também afirma que vários outros funcionários não identificados da Rivos levaram documentos confidenciais quando deixaram a Apple e que os réus tentaram encobrir os rastros limpando dados de seus dispositivos emitidos pela Apple.

Se o caso avançar, deverá ter repercussão internacional, como quando a Waymo acusou a Uber de roubar informação confidencial sobre tecnologia de condução autónoma em 2017 A briga circulou por anos na justiça até chegar a um acordo de pagamento de 245 milhões de dólares.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos