Mercado fechado

Apple deve aumentar catálogo do iPhone para cinco modelos em 2020

Felipe Junqueira

A Apple pode lançar não quatro, mas cinco modelos diferentes da linha iPhone em 2020. Quatro deles seriam versões para o iPhone 12, enquanto um quinto seria uma versão mais compacta e de baixo custo, com valor bem inferior aos demais. A informação é do analista Ming-Chi Kuo, que costuma acertar suas previsões sobre os smartphones da Apple.

No segundo semestre, a linha iPhone 12 pode vir com os quatro modelos antes previstos pelo analista do JPMorgan, Samik Chatterjee: um com tela de 5,4 polegadas, dois com telas de 6,1 polegadas e um quarto com 6,7 polegadas. Os dois menores seriam duas variantes do iPhone 12, enquanto os dois maiores seriam variantes do iPhone 12 Pro.

Kuo também acredita que haverá um quinto iPhone, lançado ainda no primeiro semestre do ano e com nomenclatura diferente da linha principal. Seria uma espécie de iPhone SE, mas com o corpo do iPhone 8.

TouchID de volta e 5G

Touch ID pode voltar com nova tecnologia em 2020 (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)

Todos esses modelos ainda podem ter o retorno do TouchID, com uma pequena diferença: o uso de um leitor biométrico por baixo da tela, o ultrassônico da Qualcomm, em uma versão atualizada do que já está presente nas linhas Galaxy S10 e Galaxy Note 10, da Samsung. Porém, pode ser que essa tecnologia fique para os modelos de 2021, apenas.

A Qualcomm anunciou recentemente um novo leitor ultrassônico de impressão digital que fica embaixo da tela, chamado 3D Sonic Max, com 30 x 20 mm. Há rumores, no entanto, que a Samsung pode desistir da tecnologia da fabricante de chips depois de problemas de segurança do modelo de primeira geração. A Apple possivelmente está esperando para ver se o novo modelo é mais seguro.

E por fim, os quatro iPhones 12 também devem trazer o suporte à rede 5G, sendo que os modelos Pro, de 6,1 e 6,7 polegadas, teriam compatibilidade com a 5G 5G mmWave e três câmeras, contra duas dos outros dois, que ainda utilizariam o espectro do 5G abaixo dos 6 Ghz.

Para 2021, a Apple também pode finalmente dispensar o conector Lightning. A ideia é oferecer um smartphone totalmente sem fios e cabos. Ou seja, não é uma troca do conector proprietário da Apple pelo USB-C.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: