Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    17.700,15
    +101,89 (+0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Apple desenvolve mecanismo de busca para competir com o Google

·1 minuto de leitura
A Apple está desenvolvendo um mecanismo de busca para competir com o Google, segundo o jornal britânico Financial Times
A Apple está desenvolvendo um mecanismo de busca para competir com o Google, segundo o jornal britânico Financial Times

A Apple acelerou os esforços para desenvolver seu próprio mecanismo de busca, o que permitiria à fabricante do iPhone oferecer uma alternativa ao Google, de acordo com o jornal Financial Times.

A reportagem, que cita fontes sem identificação, afirma que sinais de uma tecnologia de motor de busca começaram a aparecer no sistema operacional iOS 14, da Apple.

Enquanto isso, aumenta o escrutínio dos reguladores antitruste, que processaram o Google nos Estados Unidos por sua posição dominante na tecnologia de busca.

Como parte da ação, o Departamento de Justiça americano observou que o Google paga bilhões de dólares à Apple para ser o principal mecanismo de busca nos dispositivos com iOS.

A Apple não respondeu de imediato a uma consulta da AFP. Reportagens anteriores indicaram que a empresa havia iniciado uma pesquisa interna para a criação de um mecanismo de busca.

Segundo o Financial Times, a Apple contratou há dois anos o chefe de buscas do Google, John Giannandrea, para ajudar a desenvolver capacidades de inteligência artificial e também sua assistente virtual, a Siri.

rl/dw/ll/gma/ic/mvv