Mercado abrirá em 2 h 22 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,99
    +0,12 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.939,30
    -6,00 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.019,51
    +107,35 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.782,69
    +10,99 (+0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.130,00
    -22,00 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5279
    +0,0123 (+0,22%)
     

Apple descumpre promessa e app de música clássica não sai do papel em 2022

A Apple não conseguiu cumprir sua promessa de lançar o Apple Classical em 2022. O aplicativo de música dedicado ao gênero clássico chegaria como uma solução para atender os fãs do extinto Primephonic.

Em comunicado enviado à imprensa em 2021, a Maçã havia dito que uma alternativa do Apple Music para os amantes da música clássica chegaria no ano seguinte. O ano de 2023 veio e ninguém ainda teve notícias sobre o app de canções eruditas.

O app dedicado à música clássica foi comprado pela Apple e descontinuado (Imagem: Reprodução/Primephonic)
O app dedicado à música clássica foi comprado pela Apple e descontinuado (Imagem: Reprodução/Primephonic)

O Primephonic foi encerrado em setembro de 2021 e seus usuários receberam seis meses de acesso gratuito ao Apple Music. A promessa era incorporar os melhores recursos, como navegação otimizada, biblioteca ampla e sons mais límpidos.

Apesar disso, essas pessoas reclamaram não somente da qualidade sonora do serviço, como também da falta de recursos que o app antigo tinha. O repertório também está longe do ideal.

Quando será lançado o Apple Classical?

Em fevereiro do ano passado, foi descoberto o possível nome do serviço: Apple Classical. Algumas referências ocultas no Apple Music foram encontradas na Beta do iOS 15.5 e no Android, porém nada foi dito oficialmente.

De fato, escutar Beethoven e Mozart não é como ouvir uma música de trend no TikTok. Há vários instrumentos de orquestra, cada qual com sua peculiaridade sonora, para criar as belíssimas composições, daí a importância de se ter um som de qualidade.

O Apple Classical pode ser a solução da Maçã para amantes da música clássica (Imagem: Reprodução/9to5Google)
O Apple Classical pode ser a solução da Maçã para amantes da música clássica (Imagem: Reprodução/9to5Google)

O público do app é limitado, mas bastante apaixonado, então os desenvolvedores podem estar receosos de gastar tempo e dinheiro em algo pode não ter o retorno esperado. Há também algumas questões envolvendo o pagamento para os artistas, feito por minuto de reprodução, em vez da quantidade, que podem estar sendo resolvidas juridicamente.

Ainda não está claro se o Classical chega em 2023 ou se foi abandonado de vez. O jeito é aguardar as próximas conferências da Apple para ver se novidades surgem a respeito. Por enquanto, os amantes da música clássica seguem órfãos de um aplicativo que lhes atendem plenamente no iOS.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: