Mercado abrirá em 4 h 23 min
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,69
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.817,30
    +3,20 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    37.737,35
    -859,00 (-2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    922,23
    -21,21 (-2,25%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.129,96
    +24,24 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.047,00
    +0,75 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1808
    +0,0153 (+0,25%)
     

Apple consegue bloquear tentativa do TikTok de rastrear usuários

·2 minuto de leitura
Apple consegue bloquear tentativa do TikTok de rastrear usuários
Apple consegue bloquear tentativa do TikTok de rastrear usuários

Com o iOS 14.5, a Apple lançou sua nova política de privacidade que impede aplicativos de rastrear a navegação dos usuários sem autorização gerando problemas com o Facebook e outras empresas, e agora, com o TikTok. O recurso, que tem o objetivo de dar a escolha ao usuário sobre compartilhar ou não seus dados, está no meio de uma briga entre a fabricante do iPhone e a rede social chinesa da ByteDance.

Com a nova política introduzida no iOS 14.5, a Apple deu a opção dos usuários de escolherem se querem seus dados de navegação compartilhados com apps. Essa decisão foi muito bem recebida pelos usuários, e 96% deles decidiram manter a opção desativada, o que desagradou muitos desenvolvedores como o já citado Facebook, uma vez que o método era uma das principais formas de vender publicidade direcionada.

Após o lançamento da atualização, o TikTok começou a estudar uma nova forma de conseguir vender esse tipo de publicidade, e passou a usar um novo meio de rastrear a navegação dos usuários sem autorização. No entanto, a Apple percebeu a brecha, e conseguiu evitar esse rastreamento indevido.

ByteDance usou o CAID para burlar restrições e rastrear usuários sem autorização

A ByteDance estava usando o programa CAID, desenvolvido pela Associação de Propaganda da China (CAA), para reunir dados de usuários do do TikTok no iPhone, e através de um algoritmo, rastrear usuários para direcionamento de anúncios. O CAID também é usado por outras grandes empresas de tecnologia chinesas como Baidu e Tencent.

Para o consultor Eric Seufert, o uso do CAID colocou a Apple em uma “situação impossível.” Ou a empresa rejeitava o CAID, e enfrentava a reação das autoridades chinesas, ou permitia, e mostrava ao mundo que a China tinha direito a regras diferentes. A fabricante do iPhone optou pela primeira opção, e retirou atualizações de apps com CAID da App Store. Segundo fontes na China e em Hong Kong, isso tirou a tração e importância do projeto.

“O ecossistema de aplicativos chineses estava coletando dados com o CAID, com a teoria de que a Apple não poderia banir todos os principais aplicativos do mercado”, disse Alex Bauer, chefe de marketing de produto do grupo Adtech Branch, ao Financial Times. “A Apple resolveu bancar o blefe e parece ter reafirmado o controle sobre a situação batendo agressivamente com os nós dos dedos nos primeiros usuários antes que o consórcio ganhasse um impulso real”, completou ainda. A ByteDance não se pronunciou sobre o caso.

Via Financial Times

Imagem: Jirsak/iStock

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos