Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,42
    +0,52 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.836,00
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    58.377,73
    -202,32 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,29 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,85 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,42 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.738,50
    +28,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3693
    +0,0042 (+0,07%)
     

Apple Clips lança recurso de realidade aumentada com tecnologia LiDAR

Alveni Lisboa
·2 minuto de leitura

Uma nova atualização para o aplicativo Clips, da Apple, trouxe um novo recurso chamado AR Spaces, que permitirá a inserção de efeitos mais “realistas” ao gravar vídeos. Somente se você tiver um iPhone 12 Pro, iPhone 12 Pro Max ou iPad Pro (2020 ou posterior) é que poderá aproveitar este novo recurso.

Com o uso da câmera, o aplicativo mapeia o ambiente para inserir os efeitos. O Clips usa a tecnologia LiDAR Scanner, presente apenas nos modelos mais atuais de Maçã, para mensurar melhor o espaço e assim conseguir ajustar os filtros de forma mais eficiente do que o TikTok ou Instagram fazem atualmente, por exemplo.

Essas são algumas das opções disponíveis para quem usa o Clips (Imagem: Divulgação/Apple)
Essas são algumas das opções disponíveis para quem usa o Clips (Imagem: Divulgação/Apple)

Por enquanto, são sete efeitos de realidade aumentada presentes: chão de leds, luzes de piscantes, efeitos de boate, explosão de confetes, corações esvoaçantes pela tela e outras criações. A funcionalidade também permite inserir textos, adesivos e emojis para tornar os vídeos ainda mais personalizados.

É curioso notar como as luzes se adaptam ao ambiente, aumentando ou reduzindo de tamanho, o que possibilita a sensação de profundidade. Já dá para perceber o potencial que a tecnologia LiDAR pode proporcionar, principalmente quando for melhor trabalhada. Veja:

Essa atualização também incluiu algumas outras melhorias, como a possibilidade de espelhar uma segunda tela para quem usa iPad (dá para alternar entre apenas o seu vídeo ou toda a interface) e a possibilidade de excluir vários projetos de forma simultânea. O app também liberou uma função para editar textos de etiquetas no modo paisagem do iPhone.

A última grande repaginação que o Clips tinha passado foi em outubro de 2020, quando a Apple incluiu suporte a vídeos verticais. Desde então, os updates troxueram ajustes pontuais, novidades cosméticas ou pequenas correção de falhas.

Tecnologia de luzes

LiDAR é a sigla para Light Detection And Ranging (Detecção e variação de luz, em português), uma tecnologia presente na câmera dos novos dispositivos da Apple capaz de detectar diferentes níveis de reflexão luminosa. Com isso, o sensor usa cálculos matemáticos para identifica a distância de objetos com mais precisão.

O "novo" scanner permite trabalhar os recursos de realidade aumentada de forma mais aprimorada, já que fornece mais precisão aos aplicativos. A ideia da Maçã é justamente incentivar os desenvolvedores a trabalhar RA e inseri-la no dia a dia dos seus apps.

O novo Clips é gratuito e pode ser baixado diretamente na App Store. Para funcionar, é necessário estar rodando o iOS 14.5.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: