Mercado fechará em 2 h 8 min
  • BOVESPA

    108.681,55
    +851,82 (+0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.862,05
    -473,46 (-0,89%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,41
    +0,27 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.885,50
    +0,70 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    22.878,23
    -114,72 (-0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,93
    -9,97 (-1,86%)
     
  • S&P500

    4.117,13
    -46,87 (-1,13%)
     
  • DOW JONES

    33.935,10
    -221,59 (-0,65%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.283,52
    -15,18 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    27.606,46
    -79,01 (-0,29%)
     
  • NASDAQ

    12.536,25
    -240,50 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5941
    +0,0170 (+0,30%)
     

Apple celebra Mês da História Negra com papéis de parede e conteúdos exclusivos

A semana está sendo recheada de lançamentos para os fãs da Apple. Após o anúncio dos novos MacBook Pro e Mac Mini equipados com novos processadores da série M2, a Gigante de Cupertino apresentou inesperadamente a segunda geração do HomePod e, de quebra, confirmou a celebração do Mês da História Negra com novidades em todos os seus serviços.

"A Apple comemora o Mês da História Negra com conteúdo exclusivo e lançamentos curados para celebrar a cultura e comunidade Negra", afirma a companhia em nota oficial à imprensa. O Mês da História Negra é celebrado entre 1° de fevereiro e 1° de março.

A partir desta quarta-feira, 18 de janeiro, consumidores podem adquirir a nova pulseira da Coleção Black Unity em nylon preto com faixas laterais verde e vermelho, e em breve poderão baixar um novo mostrador temático para o Apple Watch e novo papel de parede para o iPhone. A pulseira tem preço de R$ 499 na loja oficial da marca no Brasil, e também é possível encontrar edições especiais de anos anteriores à venda.

Em fevereiro, usuários de Apple Watch poderão participar do Desafio Unity e ganhar um prêmio de edição limitada ao concluir o anel de Movimento por sete dias corridos.

Além da nova pulseira e papéis de parede para Apple Watch e iPhone, a Apple destaca conteúdos exclusivos e diferenciais para seus usuários.

Apple destaca curadoria para livros, filmes e séries, revistas e jornais, podcasts, playlists de músicas e mais conteúdos exclusivos em suas plataformas (Imagem: Divulgação/Apple)
Apple destaca curadoria para livros, filmes e séries, revistas e jornais, podcasts, playlists de músicas e mais conteúdos exclusivos em suas plataformas (Imagem: Divulgação/Apple)

Na App Store, consumidores podem baixar o jogo Dot's Home, vencedor do App Store Award 2022 que acompanha uma jovem negra que viaja pelo tempo e revive momentos importantes da história de sua família. A empresa destaca também aplicativos de finanças como Goelsetter, Altro e CapWay.

A App Store também celebra os 50 anos da cultura hip-hop com aplicativos que permitem aos usuários ouvir, assistir e aprender o significado do movimento criativo no passado e presente.

No Apple Music, usuários podem celebrar com a playlist For Us, By Us, novos episódios do programa The Message e programação especial em rádios Apple Music 1, Country e HITS.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O aplicativo Apple TV terá curadoria do Dr. Jelani Cobb, reitor da Universidade de Columbia e membro da The New Yorker com a coleção "A Importância das Vidas Negras".

No Fitness+, a Apple celebra com playlists de artistas negros em atividades físicas, nova meditação dedicada para o Mês da História Negra liderada pela treinadora JoAnna Hardy, e novos episódios de programas e experiências em 30 de janeiro.

O Apple Podcasts destacará criadores pretos em todo o mês de fevereiro e recomendará uma seleção de podcasts por curadoria de pessoas negras disruptivas, como o ativista ambiental Leah Thomas. No Apple Books, veremos uma coleção dedicada para autores negros dos mais diversos gêneros, enquanto no Apple Maps usuários poderão navegar por uma série de Guias destacando marcos na luta pelos direitos civis de pessoas pretas no último século.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: