Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    49.153,35
    +556,99 (+1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Apple aumenta projeção de investimentos nos Estados Unidos em 20% até 2023

Felipe Ribeiro
·1 minuto de leitura

A Apple fez um importante reajuste em sua política de investimentos internos para os próximos anos. Em 2018, a Maçã havia anunciado o aporte de US$ 350 bilhões nos Estados Unidos, que seriam direcionados para várias áreas da empresa. Mas, com a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o aumento da necessidade de recuperação, esse valor foi aumentado, indo para a casa dos US$ 430 bilhões, 20% a mais do que o esperado.

“Neste momento de recuperação e reconstrução, a Apple está dobrando o compromisso com a inovação e fabricação nos Estados Unidos, com um investimento geracional alcançando comunidades em todos os 50 estados”, disse Tim Cook, CEO da Apple, em um comunicado.

Os US$ 80 bilhões extras serão direcionados a fornecedores, gastos operacionais, doações filantrópicas, expansão do data center, produções originais do Apple+ e despesas diversas. Além disso, a Apple prometeu construir um novo campus na Carolina do Norte, com gastos beirando o US$ 1 bilhão.

Tim Cook anunciou aumento de 20% nas projeções de investimentos da Apple/ Imagem: Divulgação
Tim Cook anunciou aumento de 20% nas projeções de investimentos da Apple/ Imagem: Divulgação

O novo conglomerado de escritórios da companhia fará parte do Triângulo de Pesquisa da Carolina do Norte (em homenagem ao trio de universidades próximas: Duke University, North Carolina State University e a University of North Carolina em Chapel Hill). Com esse investimento, a empresa estima criar cerca de três mil empregos em machine learning, inteligência artificial, engenharia de software e outras áreas relevantes.

Já entre as doações, a Apple promete lançar um fundo de US$ 100 milhões para escolas e comunidades do estado, além de contribuir com mais de US$ 110 milhões para 80 dos condados mais pobres da região.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: