Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.459,25
    +69,34 (+0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Apple aumenta produção da linha iPhone 13 Pro para dar conta da demanda

·2 min de leitura

Mesmo que o iPhone SE 2022 ainda não tenha decolado nas vendas, a Apple já tem algumas notícias a comemorar neste ano. De acordo com uma publicação do portal coreano The Elec, a marca teria aumentado a produção dos modelos iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max para os próximos meses, diante de uma tendência para aumento da demanda.

iPhone 13 Pro poderá ter grande acréscimo na demanda durante o segundo trimestre (Imagem: Ivo/Canaltech)
iPhone 13 Pro poderá ter grande acréscimo na demanda durante o segundo trimestre (Imagem: Ivo/Canaltech)

De acordo com os últimos relatórios divulgados em relação ao primeiro trimestre deste ano, a marca vendeu cerca de um milhão de unidades do iPhone 13 Pro, e 3,5 milhões no caso do iPhone 13 Pro Max — para o segundo trimestre (abril-junho), espera-se que estes números aumentem para 8 e 6,5 milhões, respectivamente.

Portanto, seria um acréscimo bastante significativo em um período não tão tradicional, aproximadamente sete meses após o lançamento dos dispositivos. Caso confirmadas as expectativas, o aumento na receita média das vendas registradas na linha iPhone 13 pode deixar investidores bastante animados.

Rumores prévios já apontavam que a quantidade de aparelhos vendidos em toda a linha iPhone 13 cresceria em 10%. Portanto, a proporção dos acréscimos é ainda maior quando considerados os modelos Pro e Pro Max, que são justamente os mais caros.

Apple viu Samsung crescer nos últimos meses

Samsung tem cerca de 24% da fatia de mercado (Imagem: Ivo/Canaltech)
Samsung tem cerca de 24% da fatia de mercado (Imagem: Ivo/Canaltech)

Mesmo com as boas expectativas para os próximos meses, a Apple viu a Samsung crescer e retomar a liderança entre as marcas que mais vendem celulares no planeta. De acordo com a agência Canalys, a empresa coreana chegou a 24% da fatia de mercado no primeiro trimestre — contra cerca de 18% da companhia de Cupertino.

Esse tipo de movimentação é considerada natural quando se considera a média histórica dos últimos anos. A Apple costuma crescer logo após uma nova geração do iPhone — ou seja, entre o terceiro e quarto trimestre —, enquanto a Samsung vê suas vendas aumentarem com os novos dispositivos das séries Galaxy S de flagships, e Galaxy A de intermediários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos