Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.708,46
    -1.039,41 (-1,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Apple atrasa evolução da web com browser “fraco”, diz engenheiro do Google

Lucas Berredo
·2 minuto de leitura
Apple atrasa evolução da web com browser “fraco”, diz engenheiro do Google
Apple atrasa evolução da web com browser “fraco”, diz engenheiro do Google

O engenheiro de software do Google Chrome, Alex Russell, fez críticas ao Safari, browser padrão da Apple, e seu motor de layout WebKit. Em duro tom, Russell disse que os navegadores utilizados pelo iOS são “excepcionalmente fracos” em comparação a motores de renderização contemporâneos como o Chromium, do Google. O texto foi publicado na última sexta-feira (30/04), com atualização no domingo, no Infrequently Noted, seu blog pessoal.

Atualmente, a Apple impõe aos desenvolvedores no iOS a adoção do WebKit como motor padrão para browsers. Mesmo o Google Chrome, por exemplo, é forçado a incorporar esse mecanismo. Por conta disso, Russell deduz que, além de restringir a implementação de recursos ao WebKit, a empresa de Cupertino acaba freando o desenvolvimento de “categorias inteiras de experiências” na web. Em outras palavras, a Apple limita de forma deliberada a inovação de jogos e programas, entre outros produtos criativos, na internet.

“O browser da Apple no iOS (Safari) e seu motor (WebKit) são excepcionalmente fracos”, explica o engenheiro. “Atrasos consistentes na entrega de recursos importantes asseguram que a web nunca seja uma alternativa confiável para suas ferramentas proprietárias e a App Store.”

Problemas com jogos

Russell cita o Stadia, serviço de streaming de jogos do Google, como um dos principais afetados pelos problemas de compatibilidade no WebKit. Sem acesso à App Store, vetado pela Apple, os desenvolvedores tiveram que adaptar a plataforma ao Safari, browser principal no iOS, para permitir a reprodução de jogos. Isso, na visão do engenheiro, comprometeu o desenrolar da experiência do serviço no sistema operacional da Maçã. “Talvez a revolução do streaming de jogos agora poderia ter acontecido antes”, interpela. “É possível que Amazon Luna, NVIDIA GeForce Now, Google Stadia e Microsoft xCoud tivessem sido construídos anos antes.”

As críticas de Russell vêm à tona em meio a uma batalha jurídica entre Apple e Epic Games. A empresa que desenvolveu Fortnite e Infinity Blade acusa a Big Tech de utilizar práticas anticompetitivas para abrigar jogos na App Store. Entre as várias acusações, destaca-se a cobrança de uma comissão de 30% pela Apple sobre os recursos pagos de apps em sua loja.

Via 9to5Google

Imagem: Stockcam/iStock