Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,00
    -0,34 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.803,70
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    23.957,11
    +11,09 (+0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    568,13
    -6,62 (-1,15%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.333,00
    +21,75 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3236
    -0,0001 (-0,00%)
     

Apple, Amazon, Tesla, Meta e outras têm pior trimestre em anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Apple, Amazon, Tesla, Meta e outras gigantes da tecnolocia tiveram o pior trimestre em anos. Foto: REUTERS/Stephane Mahe.
Apple, Amazon, Tesla, Meta e outras gigantes da tecnolocia tiveram o pior trimestre em anos. Foto: REUTERS/Stephane Mahe.
  • Grandes companhias do setor de tecnologia, como Apple e Microsoft, tiveram seu pior trimestre em anos;

  • A Tesla, fabricante de veículos elétricos, viu suas ações caírem quase 38%;

  • As farmacêuticas Eli Lilly e Merck, assim como a empresa de cerais Kellogg, viram seu desempenho melhorar no último trimestre.

O último trimestre de 2022 não apresentou os melhores resultados para as companhias globais do setor de tecnologia. Investidores reduziram as avaliações das empresas, ao passo que os bancos centrais subiram as taxas de juros para evitar inflação.

A Tesla, fabricante de veículos elétricos estadunidense, viu suas ações caírem quase 38%, na pior queda trimestral desde 2010.

As ações da Amazon, gigante do varejo online norte-americana, caíram por volta de 35% de valor, ou seja, o pior resultado desde o segundo trimestre de 2010.

Leia também:

A Alphabet Inc., conglomerado estadunidense por trás do Google, encerrou o trimestre com uma queda de 22%. Foi o pior resultado do grupo desde o quarto trimestre de 2008.

Enquanto isso, as ações da Microsoft, empresa norte-americana que desenvolve softwares e produtos eletrônicos, caíram por volta de 17%, seu pior resultado desde o segundo trimestre de 2010.

Já as ações da Apple, a companhia estadunidense responsável pelo iPhone, tiveram queda de quase 22% no segundo trimestre deste ano. Foi seu pior desempenho desde o quarto trimestre de 2018.

A Meta Platforms, outro conglomerado norte-americano de tecnologia, e mídia social, responsável pelo Facebook, viu suas ações caírem mais de 27%. Esse resultado da companhia foi melhor que o do primeiro trimestre, quando o valor da ação atingiu cerca de 34%.

Em fevereiro, a companhia afirmou que a contagem de usuários ativos na rede social diminuiu pela primeira vez em comparação ao trimestre anterior.

Em contrapartida, as farmacêuticas Eli Lilly e Merck, assim como a empresa de cerais Kellogg, viram seu desempenho melhorar, e registraram ganhos de ao menos 10% no último trimestre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos