Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,10
    -0,49 (-0,45%)
     
  • OURO

    1.814,40
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    29.123,91
    -1.211,05 (-3,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,57
    -20,11 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.913,50
    -22,00 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2218
    +0,0114 (+0,22%)
     

Apple AirTag altera o som de alerta em casos de rastreamento indesejado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Infelizmente, as AirTags se tornaram itens usados por criminosos para rastrear as vítimas. Como mais uma forma de tentar coibir esse tipo de prática, a Apple está lançando uma atualização de firmware que altera o som de alerta do acessório em casos de rastreamento indesejado.

A versão 1.0.301 do firmware deixa os sons de alerta da AirTag em um volume mais alto quando o rastreador estiver acompanhando um usuário que não seja o próprio dono. Segundo a nota da atualização, a intenção é facilitar a localização do objeto pelas pessoas.

Em fevereiro deste ano, a fabricante já havia revelado ter planos para ajustar os tons de alerta dos acessórios. Além disso, a Apple introduziu diversas diretrizes e medidas para dificultar o uso do gadget de maneira mal-intencionada.

Apple tem feito melhorias para reduzir o uso mal-intencionado das AirTags (Imagem: Reprodução/Apple Insider)
Apple tem feito melhorias para reduzir o uso mal-intencionado das AirTags (Imagem: Reprodução/Apple Insider)

Atualização será disponibilizada em etapas

Conforme as informações do MacRumors, o lançamento do novo firmware da AirTag será dividido em quatro etapas. Por enquanto, os usuários não poderão forçar a atualização dos rastreadores.

A versão 1.0.301 foi liberada para apenas 1% dos usuários no início desta semana. Então, a atualização está programada para chegar para 10% dos donos dos rastreadores em 3 de maio, para 25% dos clientes até o dia 9 de maio e, por fim, deve estar disponível para o público geral até 13 de maio.

Como checar a versão do Firmware da AirTag

  • Abra o aplicativo “Find My/Buscar” no iPhone, iPad ou Mac;

  • Clique na aba “Itens”;

  • Encontre a AirTag na lista de dispositivos disponíveis;

  • Clique no nome da AirTag e o número de série e a versão do firmware serão apresentados.

Para atualizar a AirTag é importante que o iPhone do usuário tenha o sistema operacional iOS 14.5 ou superior. Então, o update acontecerá enquanto o rastreador estiver no alcance do Bluetooth do dispositivo.

Principal função da AirTag é ajudar encontrar objetos perdidos, como bolsas e mochilas (Imagem: Đức Trịnh/Unsplash)
Principal função da AirTag é ajudar encontrar objetos perdidos, como bolsas e mochilas (Imagem: Đức Trịnh/Unsplash)

Uso das AirTags em crimes

Desde o lançamento em abril de 2021, as AirTags foram usadas de diferentes maneiras mal-intencionada por criminosos. Por exemplo, ladrões canadenses usavam os rastreadores para roubar carros de luxo.

Nos EUA, um homem foi preso por usar o acessório para monitorar o veículo de uma vítima. Bem como, modelos do rastreador com alto-falantes desativados eram vendidos no eBay.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos