Mercado abrirá em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,21
    -0,15 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.782,90
    -2,60 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    49.160,39
    -1.087,83 (-2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.285,46
    -19,66 (-1,51%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.338,54
    +1,49 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.254,86
    +257,99 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.358,75
    -33,50 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

Apple adia compatibilidade do app Wallet com carteiras de identidade

·1 min de leitura

Recentemente, a Apple adiou a compatibilidade do app Wallet com carteiras de motoristas e identidades para algum momento no início de 2022, flagrou o site MacRumors. A ferramenta, que complementa o app Wallet do iPhone e Apple Watch, funcionará somente em alguns estados dos Estados Unidos.

A essa altura, a atualização não é tão surpreendente assim. Anteriormente, a funcionalidade era prevista para o fim de 2021, mas o recurso nem mesmo foi inserido nas prévias do sistema operacional. Além disso, a implementação dele tende a ser mais complexa do que um simples recurso de app, já que depende de validação estatal para realmente ser útil — até agora, os estados de Arizona, Georgia e Connecticut são alguns dos estados previstos.

A carteira de identidade ou de motorista poderá ser integrada ao app Wallet do iPhone para apresentação em aeroportos (Imagem: Reprodução/Apple)
A carteira de identidade ou de motorista poderá ser integrada ao app Wallet do iPhone para apresentação em aeroportos (Imagem: Reprodução/Apple)

Primeiro, segundo a Apple, as pessoas poderão substituir o documento físico pelo digital em postos da Administração de Segurança de Transportes (TSA) em aeroportos selecionados. Com um documento devidamente cadastrado no app, bastaria tocar o Apple Watch ou iPhone num dispositivo leitor compatível para transmitir as informações, sem precisar entregar o celular ou a carteira no processo.

O documento é protegido pelo Face ID, o que evita que criminosos tenham acesso aos arquivos em dispositivos roubados. Na prática, a função tende a ser mais segura do que carregar o documento de via única de um lugar para o outro.

A Apple não explicitou o motivo do adiamento e, por se tratar de uma função com várias ramificações, as possibilidades sobre o atraso são várias: atraso no desenvolvimento da ferramenta, falhas de segurança, pendências na aprovação de aeroportos e mais. Por agora, resta esperar mais novidades quanto ao Wallet.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos