Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.510,12
    -4,65 (-0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

App Store suspende anúncios de apps de apostas depois de reclamação de usuários

Após ouvir as queixas de desenvolvedores, a Apple suspendeu a exibição de publicidade de aplicativos de apostas em páginas de programas da App Store. Inaugurado na terça (25), o novo espaço para publicidade causou desconforto em programadores que não queriam ter seus produtos associados com plataformas potencialmente enganosas ou nocivas.

A principal crítica era sobre os anúncios da seção “Você também deve gostar” que, neste novo modelo da Apple, incluia um espaço dedicado a anúncios pagos. Esse novo campo, porém, por vezes exibia conteúdo sem nenhuma relação com o aplicativo em questão, incluindo plataformas de apostas e sites de pornografia.

Quando o assunto ganhou tração, a Apple optou por retirar os anúncios do ar. “Pausamos os anúncios relacionados a jogos de azar e algumas outras categorias nas páginas de produtos da App Store”, pontuou a empresa.

Agora, jogos de azar e plataformas de apostas não devem mais aparecer na seção “Você também deve gostar”, mas nada garante que isso não vai voltar a acontecer no futuro. No comunicado, a Apple não menciona que tentará reavaliar a distribuição de propagandas na loja virtual, então a suspensão pode ter sido apenas uma forma de “acalmar os ânimos” da comunidade.

Apple deve pensar em alternativas

Não se sabe o que a Apple vai fazer a partir de agora, porém. É possível que a empresa reavalie a disposição de publicidade ou, pelo menos, tente filtrar melhor quais tipos de aplicativos podem pagar pelo espaço de destaque.

Uma alternativa interessante também seria permitir que os próprios desenvolvedores escolhessem quais categorias devem ser sugeridas no campo “Você também deve gostar” e dar a eles o controle sobre quais anúncios não devem aparecer de jeito nenhum. A solução, apesar poder impactar nos ganhos da Maçã, possivelmente deixaria os desenvolvedores de apps para iOS satisfeitos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: