Mercado fechará em 4 h 32 min
  • BOVESPA

    121.728,18
    -1.848,38 (-1,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.162,58
    -471,33 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,02
    -1,54 (-2,18%)
     
  • OURO

    1.810,20
    -3,90 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    39.291,80
    +1.282,10 (+3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    968,53
    +41,77 (+4,51%)
     
  • S&P500

    4.404,47
    -18,68 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    34.839,92
    -276,48 (-0,79%)
     
  • FTSE

    7.127,31
    +21,59 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.034,75
    -11,50 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2012
    +0,0357 (+0,58%)
     

App simula o iPod Classic para você ouvir músicas de Spotify e Apple Music

·2 minuto de leitura

Se você é cringe como o redator que escreveu esta notícia, certamente já deve ter sonhado em ter um iPod Classic para colocar suas músicas baixadas e ouvir onde quiser. Ele era caro e pouco acessível para a maioria dos brasileiros na época, mas agora esse desejo antigo pode ser realizado, tudo graças a um projeto criado por um desenvolvedor de softwares.

Tanner Villarete conseguiu emular os controles tradicionais do aparelho e transformá-lo em um aplicativo da web com suporte para a biblioteca do Spotify e do Apple Music. Com o mouse ou os dedos (caso esteja em uma tela sensível ao toque), é possível usar o famoso botão giratório para navegar pelos menus e selecionar a música desejada — experimente o iPod virtual

(Imagem: Reprodução/tannerv.com)
(Imagem: Reprodução/tannerv.com)

Na parte visual, o programa suporta a interface característica do reprodutor original, chamada de Cover Flow, a qual mostra as capas dos álbuns. O programa se adapta ao esquema de cores do seu sistema operacional, por isso ele pode ser exibido com fundo branco ou preto. Ele traz até um clássico jogo chamado Brick, que existia no produto da Apple e cujo objetivo era destruir os tijolinhos na tela rebatendo uma bolinha.

Com a chegada da tela sensível ao toque, os botões físicos acabaram ficando de lado nos aparelhos, inclusive nos iPods mais modernos. Ainda assim, há quem se lembre com saudosismo da sensação de girar aquela rodinha até chegar na playlist criada com seus sons preferidos. É claro que fazer isso com o mouse não parece nada prático, mas ainda assim é uma lembrança boa.

Para acessar as músicas é necessário fazer login na sua conta em um dos serviços suportados. Depois, você poderá desfrutar de tudo o que já possui nelas, porém com uma pegada mais retrô — se é que se pode chamar assim algo que vendia até 2014.

(Imagem: Reprodução/tannerv.com)
(Imagem: Reprodução/tannerv.com)

Novidade pode não durar muito tempo

A brincadeira funciona da web, mas o projeto completo está no GitHub e pode ser baixado por qualquer pessoa. Como faz uso de uma marca proprietária da Apple, pode ser que ele seja retirado do ar em breve, a pedido da companhia. Isso já ocorreu em um passado recente, quando o app Rewound foi excluído porque simulava o esquema de controles clássico do iPod antigo.

Esse visual foi abandonado em 2014, graças à popularização do iPod Touch e à falta de peças no mercado. Por baixo do capô, ele usava um hardware similar aos já utilizados em modelos de iPhone mais antigos, afinal não há necessidade de tantos recursos ou conectividade com linhas de celular.

Você teve um iPod? Já teve a curiosidade de saber como era a experiência daquela época? Compartilhe o seu relato nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos